Revista Contra-Relógio
// Especial //

Tudo sobre as 13 maratonas oficiais brasileiras em 2018

Edição 292 - JANEIRO 2018 - ANDRÉ SAVAZONI

A série especial sobre maratonas pelo mundo termina abordando as previstas para o país neste ano e que tendem a ser consideradas para o Ranking de Maratonistas, elaborado pela CR.

O calendário de maratonas do Brasil vai ficando cada vez mais "recheado". Para este ano, estão previstas 13 provas oficiais, sendo 2 estreantes: a 42K de Floripa (dia 3 de junho) e a das Gerais, em Belo Horizonte (dia 1º de julho). Dessa forma, na série especial de volta ao mundo por meias e maratonas da Contra-Relógio, publicada desde agosto de 2016, neste mês nosso olhar é para as maratonas brasileiras e que têm a chancela da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), todas com percursos aferidos.
Na matéria sobre o Ranking de Maratonistas, nesta edição, estão mais informações sobre as 11 maratonas que aconteceram em 2017 e que se mantêm em 2018. A maioria das provas a seguir apresentadas conta com opções de outras distâncias, incluindo 21 km, o que favorece a viagem em família e com amigos ou em grupos de corredores. Vamos a elas!

Publicidade


8 de abril
Maratona de São Paulo
42 km e 24 km - INSCRIÇÕES ABERTAS
www.yescom.com.br
A Maratona de São Paulo abre a "temporada" de provas oficiais brasileiras de 42 km em 2018. Com pontos positivos e negativos. Entre os primeiros, estão largada e chegada no mesmo local (ao lado do Parque do Ibirapuera), apenas com a prova de 24 km terminando na Cidade Universitária (mas com os ônibus da organização levando os corredores até próximo do ponto de partida). A hidratação costuma ser correta, tem divulgação rápida dos resultados, site bem completo e a entrega dos kits também próximo ao Ibirapuera.
Entre os negativos, sob a responsabilidade da organizadora Yescom, estão as filas na feira, durante o sábado, e a largada ainda tarde (às 7h30) e sem separação por ritmos, o que complica bastante a parte inicial da prova. Junte-se a isso que tradicionalmente faz calor em São Paulo no mês de abril. Como a maioria dos corredores completa uma maratona acima de 4 horas, muitos estarão correndo próximo ou depois do meio-dia.
Mas se a temperatura ajudar e o sol não aparecer, o atual trajeto da maratona é propício a bons resultados, predominando os trechos planos. O problema é que, perto do final, dentro dos túneis, aparecem duas subidas. O televisionamento da prova pela Rede Globo continua sendo um forte atrativo para as inscrições e que a mantêm como a segunda maior do país.


22 de abril
UDI42 - Maratona Nilson Lima (Uberlândia)
42 km e 21 km - INSCRIÇÕES ABERTAS
www.apuanaesportes.com.br
Uma prova caseira (no sentido de ser feita por corredores), uma verdadeira reunião de amigos, em percurso duro e desafiador. O evento foi antecipado de julho para abril para servir de classificatório (e de treinamento) para a Comrades, a famosa ultramaratona da África do Sul, marcada para o dia 10 de junho.
Por esse atrativo, a UDI42 terá uma programação especial neste ano, começando pelo sábado, com palestras de Nato Amaral (primeiro brasileiro agraciado com o Green Number, ou seja, ter corrido dez edições da Comrades) e de Bruce Fordyce, que venceu nove vezes. O terceiro palestrante será Nilson Lima, com 179 maratonas e ultras conquistadas, que tem o nome ligado à prova mineira (leia mais sobre ele na seção "Desafio").
O slogan da organização (Apuana Esportes) resume o nível dos participantes na prova: "Nossa maratona não é a com o maior número de inscritos, mas sim a de participantes com o maior número de maratonas concluídas".


2 e 3 de junho
Maratona do Rio de Janeiro
42 km, 21 km, 63 km e 10 km - INSCRIÇÕES ABERTAS (encerradas para os 21 e 63 km)
www.maratonadorio.com.br
A 16ª edição da Maratona Caixa do Rio de Janeiro, marcada agora para os dias 2 e 3 de junho, está repleta de novidades. A começar pela separação dos 21 km (disputados a partir deste ano no sábado) com os 42 km seguindo no domingo. Isso além de uma nova distância, os 10 km, no domingo no Aterro do Flamengo ao lado da Family Run.
O ponto mais interessante, entretanto, é a criação do Desafio Cidade Maravilhosa, nos moldes do Desafio do Pateta, da Disney, que prevê correr os 21 km no sábado e os 42 km no domingo, totalizando 63 km em dois dias.
Em termos de emoção, a edição de 2018 marcará também homenagens a Carlos Sampaio, sócio de João Traven na empresa Spiridon, organizadora do evento, que foi assassinado no final de novembro do ano passado.
Os percursos dos 21 km (da Barra da Tijuca até o Aterro do Flamengo) e dos 42 km (do Pontal ao Aterro) foram mantidos, sem alterações. Os percursos são predominantemente planos, mas o calor pode prejudicar os maratonistas que completam em mais de 4 horas, ou seja, a maioria, ainda mais com a largada acontecendo às 7 horas.
O site oficial tem todas as informações necessárias, além das redes sociais da Maratona do Rio (Instagram e Facebook), sempre com as novidades do evento. A feira da maratona é a maior e mais completa do Brasil.


3 de junho
42K de Floripa - Maratona Internacional Cidade de Floripa
42 km, 21 km e 7 km - INSCRIÇÕES ABERTAS
www.42kdefloripa.com
A principal novidade no calendário brasileiro de maratonas em 2018 é uma segunda prova em Florianópolis. Assim, a capital catarinense repete São Paulo, passando a contar com duas corridas oficiais de 42 km e com uma diferença de dois meses e meio entre elas (a outra será no dia 26 de agosto, com informações a seguir).
De acordo com o regulamento, são três percursos diferentes (com apenas alguns pontos em comum na parte inicial e final, como a largada e a chegada no Trapiche da Avenida Beira-Mar Norte). Os horários são separados, com o início dos 21 km e dos 42 km às 7h10 e o dos 7 km, às 7h30.
O regulamento informa que haverá quatro pelotões de largada, de acordo com o ritmo de corrida (histórico dos últimos 12 meses, a ser informado no momento da inscrição): Quênia - ritmo abaixo de 4:30/km; Azul - ritmo de 4:31 até 5:30/km; Verde - ritmo de 5:31 até 6:30/km; Branco - ritmo acima de 6:30/km.
Há três opções de kits em cada distância. A organização é da Norte MKT Esportivo.


10 de junho
Maratona Internacional de Porto Alegre
42 km e 21 km - INSCRIÇÕES ABERTAS
www.maratonadeportoalegre.com.br
A Maratona de Porto Alegre engloba uma série de características que favorece qualquer perfil de corredor. A união entre o percurso praticamente plano e a tendência de temperatura bem baixa ajuda tanto quem pretende estrear nos 42 km quanto os corredores em busca de recordes pessoais ou índices para Boston ou para o Ranking Brasileiro de Maratonistas.
O percurso de 2018 é parecido com o do ano passando, sofrendo apenas algumas alterações para ficar mais rápido, mantendo a largada/chegada diante do Shopping Barra Sul. A estrutura no local, com estacionamento, banheiros e espaço para as tendas da organização e também das assessorias de corrida é muito bom e facilita tanto o pré quanto o pós-prova. Somente acaba sendo necessário um planejamento de horários na logística de transporte para chegar ao shopping (seja com os ônibus oferecidos pela organização a partir dos hotéis oficiais da maratona quanto de quem irá de carro ou táxi).
A largada será às 7h30 nas duas distâncias, com premiação com troféus para os cinco mais rápidos nas faixas etárias dos 42 km. A organização é de Paulo Silva, há muitos anos.


1º de julho
Maratona e Meia-Maratona das Gerais (Belo Horizonte)
42 km e 21 km - INSCRIÇÕES ABERTAS
www.byjapao.com.br
Uma novidade no calendário brasileiro de maratonas em 2018 é o retorno da prova de Belo Horizonte, agora com o nome Maratona e Meia das Gerais. O evento está marcado para o dia 1º de julho e terá as inscrições abertas em breve, segundo Japão Carvalho, organizador do evento. De acordo com ele, por questões relacionadas à política, a prova não foi realizada em 2017, mas está garantida em 2018.
O trajeto será o tradicional, da antiga Meia e Maratona da Linha Verde, com largadas na Cidade Administrativa e chegadas na Praça da Estação. Apresenta boas subidas e descidas, principalmente nos 42 km.


29 de julho
São Paulo City Marathon
42 km e 21 km - INSCRIÇÕES ABERTAS
www.runcities.com.br
A prova chega à terceira edição repleta de expectativas devido à boa organização nos dois primeiros anos. Sob a responsabilidade da Iguana Sports, as provas têm largada conjunta diante do Estádio do Pacaembu. A chegada das duas distâncias ocorre dentro do Jockey Club. Ou seja, é uma prova ponto a ponto.
Em termos de dificuldade, a corrida tem a metade inicial (trajeto também dos 21 km) bem mais complicada do que a segunda parte dos 42 km, quase toda plana.
A São Paulo City vem elevando o nível de organização pela adoção de medidas comuns em provas no exterior, como a largada bem cedo (a partir das 6h), em três ondas e com baias de tempo. Outros destaques são o excelente abastecimento e o atendimento médico no percurso.
Um aspecto ruim do evento e sempre criticado pelos participantes é a entrega dos kits em local distante, com dificuldade para acesso por transporte público. E os que vão de carro são obrigados a pagar um valor altíssimo pelo estacionamento.


26 de agosto
Maratona de Floripa
42 km e 21 km - INSCRIÇÕES ABERTAS
www.atsports.com.br/maratonadefloripa
A Maratona de Floripa voltou a ser realizada no ano passado com largada e chegada no Trapiche da Avenida Beira-Mar Norte. Algumas alterações foram feitas para a edição de 2018, com o fim do revezamento por exemplo. Dessa forma, haverá 42 km e 21 km, além de outras duas distâncias: 10 km e 5 km.
Um ponto interessante é a largada cedo (6h45) e única para a maratona, com os 21 km tendo início às 7h30 e as duas rústicas, às 8h. Normalmente, o clima é favorável no mês de agosto em Florianópolis, porém, nessa época do ano, o vento costuma ser um adversário extra. O percurso, todo plano, passa basicamente pelas avenidas Beira-Mar Norte e Via Expressa Sul.
A organização (AT Sports) recebeu elogios pela edição de 2017, pela primeira assumida pela empresa, sendo em que em 2016 a prova não aconteceu. O percurso será modificado para este ano, com a divulgação oficial prevista para o final de janeiro e início de fevereiro. A largada e chegada seguirão no Trapiche da Beira-Mar.


26 de agosto
Maratona EM Movimento (Goiânia)
42 km e 21 km - INSCRIÇÕES AINDA NÃO ABERTAS
www.icesports.com.br
A Maratona EM Movimento, de Goiânia, tem o objetivo de divulgar informações sobre a Esclerose Múltipla, uma doença neurológica, crônica e autoimune. A premiação inclui medalha especial para os 100 primeiros homens e as 40 primeiras mulheres no geral da maratona e da meia-maratona, além de troféus para os três melhores em cada faixa etária. Para minimizar os efeitos do calor de Goiânia, a largada ocorre às 6h.
O trajeto é um pouco duro, principalmente no miolo dos 42 km, que concentram as principais subidas. "Após a largada às 6h, descemos um pouco e, perto do km 10, já encontramos a primeira subida. Na altura do km 21, seguimos para o caminho dos romeiros, então, é um tobogã até o km 35, quando pegamos o caminho de volta para o local da largada", afirma Wellerson Ribeiro, de Brasília, que já correu por três vezes a maratona e garantiu estar presente de novo em 2018.
A organização fica a cargo da presidente da Associação Goiana de Esclerose Múltipla, Eduarda de Assis Cavalcanti. A prova é oficializada pela CBAt e oferece boa premiação em dinheiro.

23 de setembro
Maratona de Salvador
42 km e 21 km - INSCRIÇÕES AINDA NÃO ABERTAS
http://maratona.salvador.ba.gov.br
A Maratona Cidade de Salvador é o mais novo produto do calendário de eventos da capital baiana. A competição criada pela Prefeitura foi planejada com o objetivo de fortalecer a plataforma de eventos da cidade. A intenção é que a maratona se torne o terceiro maior produto de Salvador, atrás apenas do carnaval e do réveillon. Na primeira edição, no ano passado, a corrida teve as inscrições esgotadas um mês antes de sua realização e contou com 27,6% de turistas.
Para 2018, as novidades estão na nova data e na premiação, que distribuirá R$ 163 mil aos pódios das quatro distâncias (também há provas de 5 e 10 km).
As largadas são às 5h30 no Farol da Barra, seguindo até o Jardim de Alá (uma volta para os 21 km e duas para os 42 km). Ao longo do percurso, grupos musicais e até uma filarmônica, além de trio elétrico na chegada.


30 de setembro
Maratona de Foz do Iguaçu
42 km e 11,5 km - INSCRIÇÕES AINDA NÃO ABERTAS
www.sescpr.com.br/maratona/
A Maratona de Foz do Iguaçu é ao mesmo tempo uma das mais difíceis do Brasil (pela altimetria recheada de sobe e desce) quanto uma das melhores organizações. Percurso lindo e desafiador, saindo do Mirante do Vertedouro na Usina Hidrelétrica de Itaipu, passando por Foz e terminando no Parque Nacional do Iguaçu, com a vista das famosas Cataratas, no km 41.
Organizada pelo Sesc, a prova não deixa nada a desejar em comparação com as melhores da América do Sul. Na inscrição exige-se atestado médico. Tem largada cedo (às 6h30), boa relação de hotéis oficiais do evento (com transporte de ida e volta oferecido pela organização tanto para a retirada dos kits quanto para a largada/chegada).
O percurso é difícil, com subidas pesadas e íngremes (sobretudo dentro do Parque Nacional do Iguaçu). Hidratação com água a cada 3 km e, depois dos 21 km, isotônico e Coca-Cola em todos os pontos. O nível técnico da prova tem sido tradicionalmente muito forte, principalmente por haver premiação em dinheiro para os cinco primeiros no geral, na categoria comerciários e nas faixas etárias, além do ACD cadeirantes e no ACD especial.


30 de setembro
Maratona Maurício de Nassau (Recife)
42 km e 21 km - INSCRIÇÕES AINDA NÃO ABERTAS
www.maratonamauriciodenassau.com.br
A Maratona Maurício de Nassau, no Recife, tem como característica principal o calor. Mesmo com a largada às 6h, sempre a temperatura é o principal adversário dos corredores na capital pernambucana. Ainda mais no final de setembro.
O percurso é de 21 km, ou seja, quem faz a meia-maratona dá uma volta e, na maratona, duas voltas. Há ainda mais duas distâncias: 10 km e 5 km.
Na edição do ano passado, os corredores ouvidos pela reportagem da Contra-Relógio consideraram deficiente a sinalização do retorno da maratona, principalmente no início da segunda volta, além de poucas placas de marcação dos quilômetros.
O evento pertence ao grupo Ser Educacional, enquanto a organização fica a cargo da Tampa Entretenimento.


18 de novembro
Maratona de Curitiba
42 km e 21 km - INSCRIÇÕES AINDA NÃO ABERTAS
www.globalvita.com.br
A prova pertence à Prefeitura de Curitiba e, mesmo com empresas diferentes vencendo a licitação em 2016 e 2017, os pontos positivos da organização foram mantidos e outros melhorados. Conta com a participação e apoio de grupos de corredores e associações da cidade, que estão mudando a cara do evento.
Sob organização desde o ano passado da Global Vita, o percurso é bem tradicional, tendo a largada e a chegada no Centro Cívico, com os 42 km mesclando subidas e descidas, principalmente na primeira metade. A depender do clima no dia, pode se tornar uma corrida extremamente desgastante. É mantida em novembro por tradição (foi nessa época a primeira, então organizada por um clube de campo), não se aproveitando as baixas temperaturas da cidade em boa parte do ano.
Em função do trajeto adotado, cortando muitas vias importantes da cidade, problemas com motoristas têm sido uma constante, já que, irritados com o trânsito impedido, não respeitam os staffs e atravessam na frente dos corredores. Também costuma ser excessivo o número de ciclistas, por vezes mais incômodos que os carros.



Mais opções de 42 km


O mercado de longas distâncias no Brasil é ainda maior. Dessa relação, a mais famosa atualmente é a Mizuno Uphill, na Serra do Rio do Rastro, em Santa Catarina, marcada para o dia 1º de setembro e com inscrições (no sorteio) já encerradas para os 42 km, 25 km e Desafio Samurai (42 km + 25 km). Mais informações em www.mizuno.com.br/uphill2018.
Para quem ficou fora da Uphill, um ótimo desafio é A Muralha Up and Down Marathon, em Penedo/Visconde de Mauá, no Rio de Janeiro. Como diz o nome, a prova segue o exemplo da Comrades, um ano em subida e o outro em descida. A edição de 2018 ocorrerá no dia 19 de agosto, sendo morro acima (largada em Penedo e chegada em Visconde de Mauá). As inscrições seguem abertas no site www.amuralha.com.br e o tempo máximo para conclusão é de 6 horas (ritmo de 8:32 por km), com dois pontos de corte ao longo do trajeto.
As medalhas da Muralha são diferenciadas conforme o tempo/posição, sempre no masculino e no feminino. Do 1º ao 10º colocado, medalha de ouro; sub 2h59, medalha de prata/ouro; sub 3h49, medalha de prata; sub 4h59, medalha de bronze; e de 5h a 5h59, medalha de cobre. Ou seja, a prova reforça sua referência com a famosa Comrades, na África do Sul.
Outra atração é o Mountain Do Costão do Santinho, em Florianópolis, no dia 30 de junho. A prova conta com 65 km, 42 km e 23 km, percorrendo algumas das praias mais lindas, como Praia dos Ingleses e Moçambique, incluindo o Morro das Aranhas e dunas, entre outros atrativos. O contato com a natureza é total. As inscrições estão abertas. Mais informações pelo site www.mountaindo.com.br.
No início do ano, mais precisamente no dia 11 de fevereiro, ocorre a Maratona do Vinho, em Bento Gonçalves, uma das principais regiões de produção de vinho do Brasil, com os corredores passando por meio dos parreirais, incluindo ainda as cidades de Garibaldi e Monte Belo do Sul. É uma prova com visual bacana, percurso muito técnico e um sobe e desce constante, em estradas de terra. O site oficial é o www.maratonadovinho.com.br.
Ainda no Rio Grande do Sul, mais precisamente na cidade de Rio Grande, a atração é a tradicional Super Maratona de Rio Grande, com 50 km, no dia 18 de março. Será a 25ª edição dessa prova que cresceu e se firmou com a ajuda da divulgação na CR, desde 1994. Para saber mais e se inscrever entre em www.acorrg.com.br.



Sugestão da CR para o abastecimento nos 42 km


Recentemente a revista fez uma pesquisa em seu site (www.contrarelogio.com.br), perguntando aos corredores o que achavam mais importante em uma maratona. Depois do esperado primeiro lugar para temperatura fria, o segundo item mais citado foi para um bom abastecimento no percurso, o que por vezes não é devidamente valorizado pelos organizadores, que ficam no tradicional água a cada 3 km, isotônico em alguns pontos e, eventualmente, frutas e/ou gel de carboidrato. Sem contar a bobagem das esponjas molhadas...
Em função disso, a Contra-Relógio apresenta sua sugestão para os organizadores oferecerem durante os 42 km, de forma a tornar o desafio da maratona menos sofrível aos participantes, notadamente os que completam em mais de 4 horas e que são a absoluta maioria. São 10 postos a cada 3 km, até o km 30, e depois mais 5, a cada 2 km, conforme o quadro.


NO PERCURSO E NA CHEGADA
Km 3, 6, 9 e 12 - água fria
Km 15 - água e isotônico frios
Km 18 - água fria
Km 21 - água e isotônico frios
Km 24 - água fria
Km 27 - água fria e banana ou carbo em gel
Km 30 - água e isotônico frios
Km 32 - água fria e bolacha salgada
Km 34 - água fria e banana ou carbo em gel
Km 36 - água e isotônico frios
Km 38 - água fria e bolacha salgada
Km 40 - água e suco de uva ou mate ou refri
Chegada - água, isotônico e achocolatado frios e sanduíche


Deixe o seu comentário


Publicidade

















11 3031.8664
Rua Hermes Fontes, 67
São Paulo - SP





© 1993 - 2014
Todos os direitos reservados