Revista Contra-Relógio
// Motivação //

Treinos coletivos abertos a todos, pagos ou não

Edição 273 - JUNHO 2016 - ANDRÉ SAVAZONI

Cada vez mais, grupos de corredores ou treinadores têm montado parcerias e organizado eventos, principalmente para os dias de longões ou de treinos em regiões de montanha, com ou sem cobrança de taxa de participação.

Para muita gente, fazer um longo sozinho acaba sendo pouco animador. Ou seguir para locais de logística mais complexa, sem um apoio necessário de hidratação e alimentação, além da questão da segurança. Dessa forma, grupos de corredores, assessorias e treinadores têm montado parcerias e organizado eventos abertos a qualquer pessoa, envolvendo ou não a cobrança de uma taxa de participação pelo serviço/apoio prestado. Um deles, o Treino da Fé, realizado uma vez por ano e na sexta edição, que envolve um percurso de 41 km entre Tremembé e Aparecida, no Vale do Paraíba, SP, já tem 900 inscritos.
"Pirapora do Bom Jesus, Paranapiacaba, Luis Carlos/Guararema, Serra do Japi, Cantareira, Pico do Jaraguá... Normalmente, eu marco o trajeto antes de levar a turma. Cada final de semana em uma montanha diferente. Este ano mudei alguns detalhes em nossos treinos. Com suporte até melhor do que vemos em algumas corridas. Água, Gatorade, sucos, bolos, lanches, gel, barra de cereais e frutas. O preço é de R$ 20 por pessoa", afirma Ailton Zulu, da AZ Running, treinador que organiza treinos coletivos e abertos.
Ele explica que, no caso da divulgação, variam as formas, mas normalmente é criado um evento no Facebook, o que facilita o acesso para a maioria das pessoas. "Em geral, temos duas distâncias, um trajeto curto de 10 km e um longo de 20 km. São sempre três grupos nos treinos. A média é de 50 corredores, mas já aconteceu treino com 300 aproximadamente. Contudo, a ideia não é ter muitos participantes, por causa da estrutura e segurança nas trilhas."

Publicidade


TREINO DA FÉ - Na questão de treinos colaborativos, Fábio Namiuti e o pessoal do Sem Juízo, do Vale do Paraíba, talvez sejam os responsáveis atualmente pelos maiores treinamentos coletivos realizados no Brasil, como o Treino da Fé. "Todos os que realizamos são colaborativos, feitos com a ajuda de cada participante com o que puder, além de empresas parceiras que nos apoiam com água, isotônico e outras bebidas, frutas e alimentos. Não há custo obrigatório nenhum para o participante; mandamos fazer e vendemos opcionalmente as camisetas e, eventualmente, também as medalhas (!), para quem quiser adquirir", afirma Namiuti.
"Além do Treino da Fé (no dia 3 de julho), realizamos também outros eventos. Um deles é o Correndo na Madrugada (na véspera do feriado de 7 de setembro ou de 12 de outubro neste ano), que já teve sete edições em quatro cidades, reunindo mais de 600 corredores na última, em Pindamonhangaba e, beneficente, arrecadando quase uma tonelada de alimentos para uma instituição de caridade local. Também temos o Treinão do Saco Cheio, realizado todo mês de dezembro (marcado para o dia 11 neste ano), que arrecada brinquedos para o Natal das crianças carentes, e o Ataque ao Cume, que começou no Pico do Itapeva em Campos do Jordão, mas já foi realizado também no Pico Agudo, na Pedra do Baú e outras famosas subidas da região. E vários outros treinos de menor porte, com ou sem ‘título', todos muito bacanas e que estão, de certa maneira, trazendo um novo conceito ao esporte corrida de rua: o de se divertir e fazer o bem, juntamente com o correr", completa Namiuti.
Quem quiser acompanhar, por exemplo, a página no Facebook do Treino da Fé é a https://www.facebook.com/events/725425787559141/. A largada será às 6h no domingo, dia 3 de julho, na Basílica do Senhor Bom Jesus, em Tremembé. O percurso vai até Aparecida. "Esse ocorre uma vez por ano. Começou em 2011, com 20 participantes. E foi crescendo a cada nova edição, chegando agora a esses 900 inscritos. Isso porque a gente está segurando. Se deixarmos, passa fácil de 1 mil, 1,2 mil... Mas estamos preocupados não apenas com a quantidade, mas com a qualidade do evento, mesmo não profissional e sem fins lucrativos", explica Namiuti. A organização de treinos coletivos, além desses maiores, porém, é semanal. "Nos reunimos todas quartas e sextas à noite e aos finais de semana, quando não têm corridas aqui na região."


JUNTOS SOMOS FORTES - Roberto Itimura, um dos idealizadores do grupo Running Jundiaí, SP, também organiza treinos semanais com corredores de diversos níveis, dos estreantes aos mais experientes. Não é bem treinamento, mas encontros que, normalmente, são avisados pela página do Facebook, mas já seguem uma rotina. "Sabemos que para muitas pessoas, quando treinam sozinhas, é necessário uma boa dose de determinação para superar obstáculos como as condições climáticas, físicas, psicológicas e emocionais. Em relação ao tempo, não temos muita ação, mas as outras adversidades podem ser superadas com reunião de amigos. É mais fácil correr em grupo. No meio de 35 corredores (média da semana) que reunimos sempre às terças e quintas, praticamente todos confirmaram ser mais prazeroso", afirma Itimura.
Encontros e treinos no Pico do Jaraguá também fazem parte dos finais de semana. "Promovemos ‘corridas-passeio', como fizemos de Jundiaí a Vinhedo, onde percorremos aproximadamente 18 km. Atualmente temos optado por percursos fora do Parque da Cidade de Jundiaí, com 15 km de distância (em estrada de terra em sua maioria, com subidas e descidas), onde podemos apreciar as belezas que encontramos no caminho e que já serve como base para quem irá participar da São Silvestre no final do ano", completa Itimura.
De acordo com o idealizador, o Running Jundiaí foi criado no Facebook para todos que gostam de se reunir, trocar ideias e experiências, com o objetivo também de chamar as pessoas comuns a começar uma mudança de vida. "Atualmente, utilizamos outros meios de comunicação para reunirmos o grupo, como o WhatsApp. Para distâncias mais longas e que envolvem participação de mais de 50 pessoas, montamos estruturas com os amigos que dão apoio nos veículos, levando hidratação ou que possam prestar atendimentos no caso de qualquer eventualidade. Para distâncias mais curtas reunimos os que tem bike para dar suporte e as assistências necessárias", afirma.


PELAS MONTANHAS - A Lobo Assessoria Esportiva presta serviços de treinamento em modalidades como triatlo e corrida na região do grande ABC paulista, passando a oferecer também para provas em trilhas e montanhas, aberto a qualquer corredor, não apenas os da equipe. E mensalmente organiza um ou dois treinos pelas estradas de terra, trilhas e montanhas da região da Grande São Paulo, como Paranapiacaba e a Serra do Mar. É cobrada uma taxa de suporte no valor de R$ 20, garantindo aos alunos o acompanhamento técnico dos professores, além de acesso à estrutura de suporte (briefing, alimentação, hidratação e primeiros-socorros, entre outros).
Em todos os treinos há o apoio de professores que, antecipadamente, estudam a viabilidade e estrutura de locais (pontos de referência, estacionamento) e trajetos, assim como planejam o conteúdo teórico-prático a ser explorado em cada treino (técnicas de subida, descida, uso de bastões, dosagem de ritmos etc). Os grupos são divididos de acordo com o nível de condicionamento e sempre são oferecidos dois percursos (um longo de 14 a 20 km e um curto de 6 a 10 km) visando atender as diferentes condições dos participantes.
A assessoria organiza duas vezes por ano a Lobo Adventure Run, com duas edições já realizadas. Esses treinos coletivos e o trabalho de orientação servem também para despertar a consciência de preservação ambiental dos participantes. O próximo encontro coletivo aberto será no dia 18 deste mês em Paranapiacaba, com ponto de encontro na Villa Taquarussu, com percursos de 6 km, 15 km e 30 km aproximadamente. Os interessados podem saber mais através do e-mail contato@loboassessoria.com.br ou pelo telefone (11): 2374-1787.
Em Sorocaba, a Live Assessoria Esportiva, do assinante Reginaldo Batista, também organiza encontros abertos, como em Votorantim (represa de Itupararanga), São Roque (morro do Saboó) e Iperó (Fazenda Nacional de Ipanema), além de em Sorocaba. "Esses treinos são feitos aos finais de semana, sem custo na primeira vez, e são desenvolvidos em trilha ou asfalto", explica Reginaldo. Para mais informações e programação, o e-mail de contato é reginaldo@liveassessoria.com, além da página no Facebook e Instagram.
Leitores que saibam de iniciativas semelhantes em outras regiões do país podem informar a revista, que faremos a divulgação.

Deixe o seu comentário


Publicidade

















11 3031.8664
Rua Hermes Fontes, 67
São Paulo - SP





© 1993 - 2014
Todos os direitos reservados