Revista Contra-Relógio
// Matérias de Capa //

Quanto custa correr lá fora

Edição 287 - AGOSTO 2017 - ANDRÉ SAVAZONI

Com certeza é bem mais caro do que aqui dentro, a começar pela inscrição, que passa fácil do equivalente a 500 reais, com direito apenas a uma camiseta, quando não se tem que pagar.

Correr uma maratona internacional é sonho de muitos e uma realidade cotidiana para outros brasileiros. Porém, em rodas de conversas, sempre surge a pergunta: "Quanto custa correr no exterior?". A resposta, em um primeiro momento, é direta: "depende". Isso porque o valor total, além do número de pessoas na viagem (sozinho, em casal, família ou amigos), passará também pelo tipo de acomodação, passagem aérea (com ou sem promoção) e, principalmente, pela cidade a ser visitada. Como exemplo entre duas Majors: Boston tem custo de vida três vezes maior do que Berlim no período dos 42 km. Se optar por comprar um pacote de agência de turismo, terá uma série de benefícios e comodidades (como a inscrição garantida), mas o preço poderá ficará bem superior a "montar" sozinho a viagem.
Entre as provas mais procuradas pelos brasileiros temos Disney, Paris, Buenos Aires, Santiago, Amsterdã e as seis Majors, claro, com destaque para Nova York, Berlim e Chicago, com números um pouco abaixo em Tóquio (devido à distância e dificuldades da loteria de inscrição), Londres (custo e a loteria) e Boston (pela exigência do índice técnico).
Uma vantagem, por exemplo, de correr na Europa é o fato de poder incluir mais de uma prova ou de cidades visitadas no roteiro (com uma única passagem aérea e deslocamentos terrestres, por ônibus, carro ou trem), além do fato da maior parte das maratonas europeias ter convênio com hotéis com valores promocionais aos corredores, sempre disponíveis nos sites oficiais.

Publicidade


DE 300 A MIL REAIS - Em termos de inscrição, os valores variam consideravelmente. Se em Berlim custam 99 euros (sem camisa, vendida por 30 euros), em Nova York chega a 358 dólares. Voltar para casa com o pescoço recheado das 6 medalhas do Desafio do Dunga é o objetivo de muitos, porém, apenas a inscrição custa 560 dólares. Como comparação, para correr em Amsterdã, a taxa é de 72,50 dólares e se hospedando em um hotel de 120 dólares a diária, chegaria perto do mesmo preço somente da participação no Desafio do Dunga (confira no quadro as inscrições nas provas mais procuradas pelos brasileiros no exterior).
O que exige um grande e longo planejamento realmente são as Majors, a começar pelas dificuldades para a participação devido à enorme procura. Cada uma tem processos próprios de inscrição, seja por índice técnico por faixas etárias ou por loteria, além da possibilidade de participar por caridade ou por meio dos pacotes das agências de turismo oficiais. Em todas, estando inscrito (o que significa boa dose de sorte), você pode montar a viagem como quiser e couber no orçamento, sem necessidade da intermediação de uma agência. Confira as principais características:
Loteria: Com exceção de Boston (que exige qualificação), todas as outras cinco Majors têm o sistema de sorteio, pois a procura é muito maior do que as vagas. As mais difíceis são Tóquio, com 300 mil inscritos para 31 mil vagas, e Londres, com 327 mil candidatos para 40 mil vagas em 2018, sendo que a prova privilegia os britânicos e as vagas para estrangeiros são mínimas. Em Nova York e Berlim, a possibilidade é maior de obter as vagas e, em Chicago, há uma mistura de índice técnico (sub 3h15 para homens e sub 3h45 para mulheres) e sorteio. Para tentar a sorte ou se inscrever em qualquer uma delas é preciso ter um cartão de crédito internacional. Mas fique tranquilo: o valor da inscrição só é descontado caso você seja sorteado ou devidamente inscrito.
Índice técnico: O sistema por índice técnico ou qualificação tradicionalmente utilizado em Boston privilegia os corredores com boas performances dentro das faixas etárias. A data para obtenção das marcas necessárias varia de 1 a 2 anos em uma maratona oficial, com chancela da IAAF ou certificada pela Federação do país. Há também índice técnico em Berlim (bem mais difícil do que Boston), Chicago (o mais fácil), Nova York (com algumas regras, mas possível, valendo também o resultado em uma meia-maratona) e Tóquio (com cerca de 200 vagas somente).
Caridade: Muito comum nas provas disputadas nos Estados Unidos e também nas maratonas de Londres e Tóquio, é uma forma de obter a inscrição e ao mesmo tempo ajudar uma instituição beneficente, revertendo o valor para caridade. Nos sites oficiais das provas, há a relação das instituições credenciadas. Há um valor mínimo de doação, que muitas vezes supera os 2 mil dólares.
Agências de turismo: Todas as Majors têm inscrições vinculadas a pacotes de turismo (aéreo e/ou terrestre) e somente as agências oficiais que representam estes eventos em cada país são autorizadas a comercializar a inscrição garantida, mediante a aquisição do pacote de viagem. Em muitas provas, o valor da inscrição é maior (em Chicago, por exemplo, de 50%, com a vaga garantida) do que no caso de fazer diretamente no site, participando ou não de loterias. Nesse caso, há um custo maior envolvido, porém, ao optar por viajar com uma agência, você não precisará praticamente se preocupar com nada, além de estudar sobre a cidade a ser visitada e pontos turísticos. Em termos de assistência e comodidade, é excelente, porém, esse serviço, tem um custo.


ALUGUEL E MILHAS - Uma conta básica que pode ser feita em relação aos custos de alimentação, transporte público e passeios, é de 100 dólares/dia para provas nos Estados Unidos e de 100 euros/dia na Europa por pessoa. Se o hotel tiver um bom café da manhã (algo mais comum na Europa), irá ajudar bastante. O que também impacta positivamente é alugar apartamentos ou ficar em apart hoteis, com cozinha. Fazendo supermercado e preparando pelo menos uma refeição diária, além do café da manhã, irá gastar muito menos (próximo até do custo no cotidiano em casa).
Uma opção desse tipo de aluguel é o Airbnb (www.airbnb.com.br). Nesse caso, um apartamento de dois quartos, dividido por dois casais, reduzirá em pelo menos 35% o gasto total com a viagem e em mais de 50% na alimentação. Concentrar os gastos do dia a dia no cartão de crédito e emitir as passagens aéreas com milhas também é outra estratégia excelente para correr no exterior. Isso porque, tanto para os Estados Unidos quanto para a Europa, uma mesma passagem pode variar entre R$ 2 mil e R$ 4 mil, dependendo do período, conexões, companhia aérea, promoção... Aqui na América do Sul (Santiago e Buenos Aires) também há sempre promoções de milhas reduzidas.
Uma terceira dica é deixar o hotel de lado e olhar com carinho para um hostel (na Europa, são extremamente comuns, assim como nos Estados Unidos). Em Boston, no período da maratona, como exemplo, o Boston Hostel (http://bostonhostel.org/) é a melhor opção em termos de preço, acomodação e localização, além de contar com café da manhã e uma cozinha para ser utilizada pelos hóspedes.
No caso dos hotéis, dependendo do tipo de acomodação, os valores também variam bastante, mais do que o dobro na diária. Com base nos hotéis oficiais da Maratona de Berlim, um quarto individual vai de 118 a 380 euros por dia e o duplo, de 133 a 420 euros. Aqui, outra dica: ao contrário do Brasil, tanto nos Estados Unidos quanto na Europa, em grande parte dos hotéis, o preço do quarto individual e do duplo é o mesmo ou com diferença bem pequena.
Mesmo com o câmbio desfavorável e a crise econômica atual, com planejamento (e um pouco de sorte) é possível organizar uma boa viagem ao exterior para correr uma maratona que, sem dúvida alguma, será uma experiência inesquecível.


PROVAS MAIS PROCURADAS PELOS BRASILEIROS
Maratona Data Inscrição Valor Site
Berlim 30/09/2018 18/10 a 8/11 108 euros (s/ camisa) www.bmw-berlin-marathon.com


Tóquio 25/02/2018 De 01 a 31/08 cerca de 115 dólares www.marathon.tokyo


Londres 22/04/2018 Encerradas* 80 libras www.virginmoneylondonmarathon.com


Chicago 08/10/2017 Encerradas 220 dólares www.chicagomarathon.com


Nova York 05/11/2017 Encerradas* 358 dólares www.tcsnycmarathon.org


Boston 16/04/2018 11 a 20/09 250 dólares www.baa.org


Disney 04 a 7/01/2018 Encerradas na maioria*
De 560 (Dunga) a
80 dólares (5 Km) www.rundisney.com/disneyworld-marathon/


Paris 08/04/2018 2ª etapa a partir de 05/09 99 euros www.schneiderelectricparismarathon.com


Amsterdã 15/10/2017 Abertas 72,50 euros www.tcsamsterdammarathon.nl


Buenos Aires 15/10/2017 Abertas 80 dólares http://maratondebuenosaires.com/42k/


Santiago 08/04/2018 A partir de outubro Não definido http://maratondesantiago.com


*Opção de pacotes com agências de turismo


MARATONAS NO BRASIL
Prova Data Inscrição Kit
São Paulo 1 ou 8 de abril De R$ 77 a R$ 137 Camiseta e brindes
Rio de Janeiro 3 de junho R$ 150 Camiseta, viseira e brindes
Porto Alegre 10 de junho R$ 125 2 camisetas e brindes


Sites de algumas das agências que vendem pacotes para maratonas lá fora e também no Brasil
www.rentatour.com.br
www.travelrun.com.br
www.ectavares.com.br
www.maratonasnomundo.com.br
www.kamelturismo.com.br
www.xtravel.com.br


Deixe o seu comentário


Publicidade

















11 3031.8664
Rua Hermes Fontes, 67
São Paulo - SP





© 1993 - 2014
Todos os direitos reservados