Revista Contra-Relógio
// Turismo //

Primavera na Europa: 4 meias imperdíveis

Edição 275 - AGOSTO 2016 - FERNANDA PARADIZO

Percursos planos e clima perfeito para a obtenção de boas marcas são os grandes atrativos

Se você pensa em encarar uma meia-maratona internacional no primeiro semestre de 2017, já está mais do que na hora de escolher sua prova, ficar ligado na data de inscrição e começar a programar sua viagem para conseguir valores mais atrativos tanto na parte aérea quanto na terrestre.
As principais meias europeias acontecem nos meses de março e abril, Primavera no hemisfério norte, quando o clima está perfeito para correr e a temperatura está mais do que convidativa a fazer aquela viagem inesquecível para o Velho Continente. Se você está em dúvida sobre qual escolher, confira aqui quatro excelentes opções e todas as informações que você precisa saber sobre cada prova e a cidades onde acontecem.

Publicidade



MEIA-MARATONA DE PARIS, FRANÇA
Data: 05/03/2017
Inscrições:
Podem ser feitas pela internet, no site oficial do evento. Em geral, abrem no mês de setembro e costumam terminar rapidamente. Após o término no site, é possível conseguir inscrição com as agências oficiais (vinculadas à compra de pacotes)
Valor aproximado: A partir de 99 euros
Número de participantes: 38 mil
Início da prova: Às 9 horas
Largada e chegada: Esplanada do Château de Vincennes
Web: www.semideparis.com
Hashtag: #SemiParis


Percurso: É uma competição rápida e boa para recordes. A largada acontece em frente ao Château de Vincennes. Boa parte da corrida acontece dentro no bosque Bois de Vincennes. Quando o trajeto deixa o parque, passa pelas praças da Nação e da Bastilha e segue pelas margens do Rio Sena, até retornar para perto do ponto de origem, na Esplanada do Château de Vincennes. Como é bem início de Primavera na Europa, há possibilidade de pegar frio e até geadas nessa época do ano.


Turismo: Em Paris há com certeza muito a fazer. E a melhor forma de conhecer a Cidade Luz é de metrô (é fácil e rápido para se locomover para qualquer lugar) ou mesmo a pé. Aliás, anda-se muito em Paris. Para quem está indo pela primeira vez, o Louvre, a catedral de Notre Dame, a Torre Eiffel e Montmatre são imperdíveis. Um programa dos mais simples em Paris é também um dos mais adorados por turistas: caminhar na famosa Champs-Élysées, avistando o monumental Arco do Triunfo (de onde sai a maratona, em abril), e dar uma paradinha nos famosos cafés de calçada só para jogar conversa fora e poder apreciar o movimento.



STRAMILANO AGONISTICA INTERNAZIONALE, MILÃO, ITÁLIA
Data: 19/03/2017
Inscrições:
Podem ser feitas pela internet, a partir de dezembro
Valor aproximado: De 23 a 37 euros, dependendo da data
Número de participantes: 7 mil na meia (30 mil em todo o evento)
Início da prova: Às 11 horas
Largada: Castello Sforzesco
Chegada: Arena Cívica
Web: www.stramilano.it
Hashtag: #Stramilano


Percurso: Essa tradicional meia europeia já foi palco do recorde mundial em 1998 (Paul Tergat com 59:17; ele chegou a marcar 58:51 em 1996, mas o resultado não foi homologado por falta de alguns metros na distância), em grande parte graças ao seu percurso praticamente todo plano. Também o brasileiro Diamantino dos Santos lá venceu, em 1988, e José João da Silva ficou em 2º em 1983 e 1984; Artur Castro foi 3º em 1989. Um tiro de canhão dá a largada da prova, que faz um tour pela cidade de Milão, misturando áreas comercias e industriais com regiões mais históricas e antigas. Acontecem duas outras provas no mesmo dia (uma de 10 km e outra de 5 km), que largam em horários e lugares diferentes, mas chegam ao mesmo local, na Arena Cívica, uma pista de atletismo no interior do Castello Sforzesco, onde acontece a largada da meia.


Turismo: A mais rica das cidades italianas é também considerada a capital da moda, que concentra as mais cobiçadas lojas de grifes na Via Montenapoleone, como Chanel, Gucci, Giorgio Armani, Valentino e Versace. A elegância da metrópole pode ser vista na Piazza del Duomo, onde fica a Galleria Vittorio Emanuele, construída no século 19, parada obrigatória para um delicioso expresso. Só de ficar ali parado observando já dá para ter uma ideia do que é a cidade, que tem milhares de atrações culturais, casas de shows, restaurantes e museus, como o Castello Sforzesco, local de largada da meia, construído no século 14 e que hoje abriga obras de arte como a Pietà Rondanini, escultura inacabada de Michelangelo. De metrô, dá para ir para qualquer lugar da cidade.



MEIA-MARATONA DE PRAGA, REPÚBLICA TCHECA
Data: 01/04/2017
Inscrições:
Podem ser feitas pelo site oficial, a partir de setembro
Valor aproximado: A partir de 50 euros
Número de participantes: 11,5 mil
Início da prova: Às 12 horas
Largada e chegada: Ponte Carlos
Web: www.runczech.com
Hashtag: #PragueHalf


Percurso: A corrida começa no centro de Praga, perto do rio Vltava e, a cada ano, o evento atrai mais corredores da República Tcheca e de toda a Europa. A largada é realizada ao som de ópera, na Ponte Carlos IV, sobre o rio Vlatva, cartão-postal da cidade. É uma saída um pouco confusa, em função da estreiteza do lugar, mas logo é possível correr sem congestionamentos. A maior parte do trajeto margeia o rio, alternando paralelepípedos, asfalto e calçamento, e o trajeto cruza o Teatro Nacional, o Castelo de Praga e as mais belas vistas do centro histórico da cidade. A chegada acontece em frente ao Rudolfinum Concert Hall, após atravessar de volta a lendária Ponte Carlos IV. Junto com a meia, acontece também um revezamento entre empresas. (Nota do editor da CR: "Quando lá corri, há 8 anos, ao se devolver o chip, recebia-se o valor pago em dinheiro vivo, que a maioria já convertia em chope, logo após a chegada".)


Turismo: Visitar a República Tcheca é entrar em contato com séculos de história e cenários lindíssimos. Sua capital, Praga, preserva um patrimônio histórico invejável, que passou intacto pelos bombardeios da Segunda Guerra. O Castelo de Praga e seus belos salões góticos e renascentistas, a Ponte Carlos e suas estátuas barrocas enfileiradas, a Praça da Cidade Velha, que recebe multidões para ver a virada de cada hora no Relógio Astronômico são apenas alguns pontos que fazem de Praga um dos locais mais atrativos aos turistas. E a melhor maneira para explorar as belezas da cidade é a pé, ainda que os bondes e metrôs sejam bem eficientes e o levem a qualquer lugar.


MEIA-MARATONA DE BERLIM, ALEMANHA
Data: 02/04/2017
Inscrições:
As inscrições já estão abertas no site oficial
Valor: De 35 e 50 euros, dependendo da data
Número de participantes: 30 mil
Início da prova: Às 10 horas
Largada: Na ponte Palace, em frente à Catedral de Berlim
Chegada: Na Spandauer, perto do Berlin City Hall
Web: www.berliner-halbmarathon.de


Percurso: Quem já correu os 21 km em Berlim pode dizer que sua meia-maratona é uma réplica da maratona, que acontece em setembro. As duas provas levam o selo do mesmo organizador. A largada acontece no centro histórico da cidade, na frente da linda Catedral de Berlim, onde também está concentrada boa parte da história alemã. Logo no início do percurso, antes do km 2, os atletas passam por baixo do Portão de Brandemburgo, símbolo da capital alemã e que marcou a divisão e a derrubada do muro entre as duas Alemanhas, ocorrida em 9 de novembro de 1989. A chegada é na Spandauer, perto do Berlin City Hall. São 200 mil espectadores ao longo do trajeto. No dia da meia maratona, acontecem vários eventos, como uma prova de 3,8 km, uma caminhada de 6,8 km e ainda uma competição de patins inline (inline-skating), muito concorrida e bem típica entre os alemães, o que dá um brilho ainda maior à festa.


Turismo: Capital da Alemanha, Berlim sofreu grandes transformações devido à reunificação das duas Alemanhas, em 1990. Seu passado histórico tem tons de modernidade e a cidade está em constante transformação, mostrando essa mistura do antigo e do novo. Seus museus, igrejas, bares, teatros, parques e monumentos são os grandes atrativos aos turistas, que chegam de várias partes do mundo. Como a maioria dos países da Europa, o transporte metropolitano é eficiente e cobre toda a cidade, que é cheia de canais, com linhas de metrô e bondes. Tíquetes econômicos para o transporte público são simples de usar e devem obrigatoriamente ser usados, sob pena de se sofrer rigorosa penalização.

Deixe o seu comentário


Publicidade

















11 3031.8664
Rua Hermes Fontes, 67
São Paulo - SP





© 1993 - 2014
Todos os direitos reservados