Revista Contra-Relógio
// Cobertura //

Nasce uma maratona, em Uberlândia

Edição 275 - AGOSTO 2016 - ANDRÉ SAVAZONI

Prova mineira tem primeira edição bem organizada e entra no calendário nacional de provas oficiais de 42 km

A UDI42 - Maratona Nilson Lima, realizada no dia 3 de julho, é a grande novidade no calendário dos 42 km no Brasil. Atualmente, é a única em Minas Gerais e, pela localização estratégica, acaba sendo uma boa opção para corredores de diversas regiões do país. Tanto que a edição de estreia reuniu participantes de Porto Alegre ao Recife, passando por São Paulo, Florianópolis, Curitiba, Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte e interior paulista, entre outros.
Com permit C da Confederação Brasileira de Atletismo tanto no percurso da maratona quanto dos 21 km, também integra o calendário de provas oficiais, valendo para a obtenção do índice para Boston e para o Ranking Brasileiro de Maratonistas, elaborado pela CR. E a primeira impressão foi extremamente positiva. Organizada por corredores e ciclistas, da empresa Apuana Esportes, o projeto foi consolidado após dois anos de estudos e preparação, o que refletiu de forma bem interessante no evento.
"Somos um grupo aqui de Uberlândia que acabou montando uma empresa, a Fluir Sports, agora Apuana Esportes. Apuana quer dizer ‘aquele que corre' em tupi-guarani, tribo que povoou nossa região outrora", explica o publicitário Luciano Moraes, sócio da empresa ao lado do também publicitário Davi Miguel, do médico do esporte Fabrício Naves e do engenheiro mecânico Ricardo Lopes. O projeto do Uberlândia Corre surgiu em 2013, com uma corrida de 10 milhas. "Percurso aferido pela CBAt, cronometragem por chip, enfim, procuramos oferecer o básico que toda prova deve contar, como hidratação correta, bom kit, medalha bonita...", completa Luciano.
O trabalho foi então sendo ampliado, com a UDI21 - A Meia-Maratona de Uberlândia em 2014. "Para 2016, ampliamos o circuito com uma estreia no fim da tarde, a Sunset Music Run e novamente a Apuana Trail em maio. Teremos o Sprint Triatlo em agosto, a Uberlândia 10 Milhas em setembro e a Udi Night em novembro", afirma Luciano.
A maratona homenageou o assinante da Contra-Relógio Nilson Paulo Lima, "filho" de Uberlândia, com 141 provas longas na carreira, entre maratonas e ultras. "Em meados de setembro do ano passado o convidamos formalmente. Ele, de pronto, aceitou, embora tenhamos prometido a ele que faríamos a homenagem se nos saíssemos bem na nossa última meia-maratona. Fizemos um belo evento, que contou com a participação do Nilson, claro, e a partir dai então, estava lançada a UDI42", completa Luciano.

Publicidade


AMIGOS E SUBIDAS - Além dos 42 km, houve a meia-maratona, uma prova de 5 km e um revezamento em quarteto no percurso da maratona. No total, 243 concluintes na maratona (203 homens e 40 mulheres), além de 430 nos 21 km e 560 nos 5 km, sem contar as equipes dos revezamentos.
Por sinal, o slogan da organização resume o nível dos participantes na prova: "Nossa maratona não é a com o maior número de inscritos, mas sim a de participantes com o maior número de maratonas concluídas". Devido aos contatos de Nilson, reuniu muitos corredores que já fizeram a Comrades e um grande número com mais de 50 provas de longa distância concluintes, como o pessoal da Acorja do Recife e Denise Amaral, assinante e colaboradora da CR do Rio de Janeiro.
Agora, o grande "atrativo" de Uberlândia (para quem gosta, claro...) é a dificuldade do percurso, aliada ao tradicional calor da cidade mineira. Como exemplo, há uma subida de 11 km, dos 5 km até os 16 km, sem citar outras com direito a vento contra, incluindo os 2,5 km finais. O sobe e desce é constante. A boa hidratação ajudou a amenizar os efeitos da alta temperatura e a prova teve um saldo altamente positivo, que incluiu agilidade na entrega dos kits, jantar de massas no sábado e uma grande festa no domingo. O percurso tanto da maratona quanto da meia dá uma volta completa no Parque do Sabiá, local tradicional de treinos e corridas em Uberlândia, como o Circuito Caixa. A logística também ajudou, com a largada e chegada na Avenida Rondon, que concentra a maior parte dos hotéis da cidade.


PEQUENOS AJUSTES - A prova precisa de alguns ajustes para a segunda edição em 2017. Nos 42 km, é importante ter a marcação de 1 em 1 km, até para quem corre com cronômetro sem GPS. Na média, foi a cada 2 km. No trecho do Parque do Sabiá, faltou informação e uma melhor marcação. Não havia como se perder, pois o caminho da volta é único, porém, os inscritos na prova juntaram-se com os caminhantes e corredores que estavam no parque. Muitos, inclusive, nem sabiam do evento.
Os horários foram seguidos à risca, com uma rápida divulgação dos resultados e premiação no geral e nas faixas etárias, tanto dos 21 km quanto dos 42 km. A organização também fez parceria com fotógrafos e disponibilizou fotos gratuitamente no site oficial. A arena foi montada ao lado do teatro municipal, um dos pontos turísticos de Uberlândia, projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer. Os ganhadores foram Ricardo de Melo Rodrigues com 2h41 e Grazielle Francelino Pedroso com 3h13. Mais informações em www.uberlandiacorre.com.br e resultados completos em www.cronotag.com.br/site/03-07-2016-udi42-maratona-nilson-lima-uberlandiamg/.



Maratonas válidas para o Ranking da CR
A revista monta o Ranking Brasileiro de Maratonistas, com base nas provas oficiais do país, ou seja, cujos resultados são homologados pela Confederação Brasileira de Atletismo - CBAt. O principal aspecto para tal reconhecimento é a aferição do percurso, realizada por medidor credenciado pela entidade. Com base nessas marcas e tomando como referência os tempos-limite por faixa etária estabelecidos pela CR, é elaborado o Ranking, que serve de base para a produção do Diploma de Maratonista, enviado aos assinantes que ingressam nessa listagem seletiva, juntamente com a edição de janeiro. Os outros corredores ranqueados que desejarem receber precisam fazer depósito correspondente, entrando em contato com a revista ou assinar a revista...
Teoricamente (por sempre depender da homologação da CBAt) deverão valer este ano, para o Ranking da CR, as maratonas de São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Uberlândia, Asics-SP, Goiânia (28/08), Foz do Iguaçu (25/09) e Curitiba (20/11). Igualmente poderão ser utilizadas na qualificação para Boston.

Deixe o seu comentário


Publicidade

















11 3031.8664
Rua Hermes Fontes, 67
São Paulo - SP





© 1993 - 2014
Todos os direitos reservados