Revista Contra-Relógio
// Teste //

Forerunner 205: mais prós que contras

Edição 176 - MAIO 2008 - SÉRGIO ROCHA

Testamos o modelo GPS da Garmin, um dos mais usados hoje por corredores


O QUE É

Publicidade


Um relógio com sensor de GPS embutido.


O QUE FAZ


Marca distância percorrida, ritmo, velocidade, calorias queimadas. Programa corridas e treinamentos intervalados. Quando se passa as informações para o computador, pode-se acompanhar o rendimento do treino e ver até mapa via satélite com o percurso realizado.


O QUE ACHAMOS


Testamos o Forerunner 205 por mais de 500 km durante a fase de treinamento visando a Maratona de Porto Alegre. A característica que mais nos agradou é o fato dele já ter o sensor de GPS (SRIF III de última geração) embutido no próprio relógio, dispensando o corredor de ter que "vestir" outro equipamento para ir para às ruas, como no caso dos relógios Timex e do mais novo sensor G3 da Polar.


Uma de suas características principais é a facilidade de se configurar e mexer no equipamento durante a corrida. Podem ser configuradas 3 telas para serem visualizadas durante os exercícios. Para cada uma delas, pode-se colocar até 4 informações para serem vistas e acompanhadas, como por exemplo: ritmo atual, ritmo do km, distância percorrida e tempo. A quantidade de informações que o Forerunner 205 é capaz de fornecer é espantosa e um degrau acima de seus concorrentes diretos. Pode-se também configurar para o 205 marcar cada km percorrido e dar um aviso sonoro quando isso acontecer.


Um outro ponto forte do equipamento é a programação para treinos, que é excelente. Pode-se programar treinos simples, como um longão de 32 km, informando em quanto tempo pretende-se terminar o treino, que ele calcula o ritmo que é necessário para se cumprir a distância ou vice-versa: informar o ritmo, que o tempo para se terminar é calculado. O treino intervalado ou fartlek também é extremamente fácil de fazer, pois há um programa pré-configurado feito somente para esse tipo de treinamento. Usar o computador para se fazer alguma programação do treino só se faz necessária quando o treino é mais complexo, como um treino de intervalos com distâncias variáveis, mas também é possível fazer a programação pelo relógio, só que dá mais trabalho. A única função que talvez falte ao 205 é um monitor de freqüência cardíaca, que está presente no modelo 305, um pouco mais caro.


A grande polêmica que envolve os GPS sempre é a famosa precisão, que obviamente não é de 100% devido a vários fatores. O chip usado neste modelo é um dos mais modernos e raramente o 205 perdeu o sinal dos satélites, a não ser quando se passava por baixo de algum túnel de extensão média. Mas mesmo quando se perde o sinal, o Forerunner recalcula a distância percorrida. O problema que havia nos modelos anteriores, relativos à perda de sinal quando se corria em trilhas fechadas ou próximo a prédios altos, foi totalmente resolvida, pois em nenhum desses casos o GPS perdeu o sinal.


Outra função interessante é que, como o Forerunner tem funções básicas de navegação, pode-se correr a esmo e depois pedir para que o relógio indique o caminho de volta (através de setas). É uma boa para quem vai correr em lugares desconhecidos nas férias, por exemplo. Apesar da precisão não ser absoluta, o Forerunner é realmente uma ótima ferramenta para treinos para aqueles que gostam de tecnologia ou para quem procura correr sem precisar marcar o percurso que corre com carro ou outros meios. Talvez o único ponto negativo seja o tamanho do relógio, que realmente é grande, porém é leve o suficiente para não incomodar durante os treinos.


Uma das partes mais interessantes de se fazer com o equipamento é passar os treinos realizados para o computador. Além de poder acompanhar o rendimento dos treinamentos, é possível ver o trajeto percorrido com imagens via satélite, montar percursos e enviar para o próprio relógio para corridas futuras, entre outras funções.


PRÓS & CONTRAS


PONTOS POSITIVOS


2 em 1: O sensor do GPS fica embutido no próprio relógio.


Diversidade: É possível configurar até 4 funções para serem observadas durante o treino e em três telas distintas, que podem ser vistas durante o treino. O número de funções para se escolher é de variação tão grande que fica até difícil saber o que quer se ver, como por exemplo: ritmo atual, ritmo do km, ritmo do treino, ritmo do último quilômetro, distância percorrida, distância percorrida no km atual, tempo do treino, tempo no km atual, hora do dia, calorias queimadas, precisão dos GPS para aquele momento, entre vários outras.


Programação: Extremamente fácil e simples, sendo possível programar desde treinos básicos como intervalados e fartleks, até treinos mais complexos.


Mapeamento: O Forerunner tem funções básicas de navegação e é possível, por exemplo, correr em lugares desconhecidos e pedir para o relógio mostrar o caminho de volta.


Companhia e disputa: Quando se programa um treino, o relógio tem uma função chamada "virtual partner", ou seja, um amigo virtual, que faz o trajeto exatamente no ritmo que você programou. O relógio mostra se ele está na sua frente ou atrás de você durante o treino. É bom para se ter um incentivo a mais. Se você já correu um trajeto antes e o salvou no relógio, pode comparar o seu rendimento quando for correr o mesmo percurso.


PONTO NEUTRO


Tamanho do relógio: O tamanho do relógio é um ponto negativo como afirmaremos logo abaixo, mas isso também faz com que os dados do display possam ser lidos com maior facilidade, podendo dividir a tela em até quatro informações simultâneas.


Qualidade do sinal: O chip de última geração resolveu os problemas de perda de sinal dos satélites quando se corria em trilhas fechadas ou próximo a prédios altos. O sinal só some quando se está em túneis extensos.


Esperar para começar: É necessário aguardar cerca de 20 segundos para que o GPS se conecte aos satélites.


PONTOS NEGATIVOS


Tamanho do relógio: Ok, todos os corredores que tem um Garmin desses falam que se acostumaram rapidamente com o tamanho dele e que ele não incomoda por ser leve (77 gramas), mas que ele é grande e meio esquisito é inegável.


Preço: Mesmo sendo 2 em 1, o Forerunner 205 ainda é relativamente caro (R$ 880). Seu irmão "mais velho", o 305, além de ter as mesmas funções vem com uma cinta transmissora de batimentos cardíacos, o que torna as informações ainda mais completas. O preço do 305 é um pouco mais salgado: R$ 1.030. Mas, de qualquer forma, o Forerunner, apesar de ter o melhor preço entre seus concorrentes diretos, não deixa de ser um investimento alto.


AVALIAÇÃO FINAL: 4,5 de 5


SERVIÇO


Garmin Forerunner 205


Site oficial: www.garmin.com


ONDE COMPRAR:
www.teodonivel.com.br Tel.: (11) 3858-7900. R$ 880

www.submarino.com.br: R$ 1.449

Deixe o seu comentário


Publicidade

















11 3031.8664
Rua Hermes Fontes, 67
São Paulo - SP





© 1993 - 2014
Todos os direitos reservados