Revista Contra-Relógio
// Contra-Corrente //

Fez uma meia? Então está meio preparado para uma maratona!

Edição 252 - SETEMBRO 2014 - TOMAZ LOURENÇO

Parece pretensioso, mas se a meta for apenas concluir os 42 km, em 5 horas ou mais, então dá!

Vamos começar deixando claro que correr integralmente uma maratona, mesmo que em ritmo lento, exige um treinamento. Enfim, não é qualquer um que consegue ficar (mesmo que) trotando por 5 horas. Mas, se os 42 km forem feitos intercalando corrida lenta com caminhada, especialmente na segunda metade da prova e mais ainda nos 10 km finais, é possível se viabilizar o título desta matéria.
Muitos serão os corredores que terão feito a Meia do Rio, no dia 31 de agosto, ou neste mês de setembro a W21K (dia 7), a Meia das Cataratas ou a da Praia Grande (dia 14), a da Mizuno em Salvador ou a do Circuito Paranaense (dia 28). Para estes, mais um ou dois treinos em torno de 25 km já permitirão encarar os 42 km da Maratona de São Paulo, no dia 19 de outubro.
Atualmente, o grosso dos participantes em 21 km no Brasil termina entre 2h00 e 2h30, o que significa correr entre 5:41/km e 7:06/km. Dessa forma, para estes atletas, fazer os primeiros 30 km da maratona em ritmo 30 segundos mais lento por quilômetro é algo absolutamente viável, o que resultaria em passar por essa marca entre 3h05 e 3h48.
Depois, nos 12 km finais, é seguir do jeito que for possível, trotando e caminhando, mas se guardando para os 195 metros finais, a fim de uma chegada festiva e emocionante, até com direito a choro. Enfim, foram 42 km!
E em relação à Maratona de São Paulo existe a vantagem de, caso o cansaço seja grande na altura do km 25, parar por lá mesmo, com direito a lanche, talvez a medalha (dessa corrida) e condução para a largada. As inscrições para a MSP continuam abertas e os assinantes da CR têm direito a desconto de 10%. É só entrar no site www.maratonadesaopaulo.com.br.

Publicidade



Mudança no treino para Berlim
Na CR de agosto comentei sobre meu treinamento expresso (10 semanas) para a Maratona de Berlim, tendo como base uma quilometragem crescente, sem qualquer trabalho de qualidade (tiros, fartlek etc.). Estou seguindo o planejado, mas com pequena alteração, em função de uma dor no calcanhar direito, que insiste em não ir embora.
Dessa forma, após ter corrido a Meia da Asics dia 3 de agosto, em SP, para 2h03, na semana seguinte treinei 15 km na terça, 18 km na quinta e fechei com 23 km no domingo. Então, pelas dores, optei em deixar fixo o treinamento na semana (18 km na terça e 21 km na quinta), aumentando gradativamente (3 km a cada domingo) apenas o longo, o que resultará num último longão de 38 km, no dia 14 deste mês. Aí, reduzo em 50% a quilometragem na semana seguinte, e apenas dois trotes leves na da maratona alemã, no dia 28.
A meta é fechar em até 4h10 em Berlim, para conseguir índice para Boston. Mas, como se pode ver na seção "Notas" desta edição, esse resultado não me dá garantia de inscrição, pois vai depender das vagas por faixa etária.

Deixe o seu comentário


Publicidade

















11 3031.8664
Rua Hermes Fontes, 67
São Paulo - SP





© 1993 - 2014
Todos os direitos reservados