Revista Contra-Relógio
// Medicina Esportiva //

Fasciite plantar

Edição 260 - MAIO DE 2015 - JOSÉ MARQUES NETO


Fasciite plantar
Estou com fasciite plantar há 2 meses. Tenho feito compressa com gelo e massagem. Pratico musculação e agora enfrento dificuldade em correr devido à dor, fazendo praticamente apenas bike. Por minha conta, passei a tomar Piroxicam, porém não notei muita melhora. Existe algum outro medicamento que possa ser mais eficaz? Compressa quente ou fria? Qual seria a melhor opção? Algum tratamento tópico? Desde já agradeço pela atenção.
Rodrigo Brandt
Por email



A fasciite plantar, ou também fasciose plantar como é conhecida entre os cirurgiões ortopédicos de pé e tornozelo, nada mais é do que uma irritação no ponto da conexão entre a fáscia plantar, uma larga faixa de tecido conjuntivo (fibras de colágeno), e o osso do calcanhar, chamado de calcâneo. Esta irritação ocorre devido a uma degeneração do tecido conjuntivo, que se torna friável e inflamado, causando a dor que o paciente relata, sobretudo na primeira pisada da manhã. A presença de uma espícula óssea no local da inserção da fáscia no osso, chamada pelos leigos de esporão, além de não ser diagnóstico, na maior parte das vezes não está relacionada à dor percebida pelo paciente. Medidas fisioterápicas, como eletroanalgesia, são bem indicadas para o controle da dor, além dos exercícios de alongamento e fortalecimento local. As compressas de gelo atuam bem na redução da dor, mas drogas antiinflamatórias são apenas paliativos que controlarão a dor momentaneamente. Mantenha seus treinos de bike e consulte um especialista em medicina esportiva para a correta condução de seu caso.

Publicidade



Tênis especializado
Procuro tênis para quem tem neuroma de Morton.
Rosana Gomes
Por email



Não existe um tênis mais apropriado para o portador de neuroma de Morton, assim como não há tênis para um ou outro determinado diagnóstico. O neuroma de Morton nada mais é do que um desgaste de uma ramo do nervo plantar que percorre a planta do pé e uma vez acometido forma uma lesão em forma circular que quando comprimida provoca muita dor no paciente. Qualquer tênis que possua um amortecimento maior na parte da frente do pé (antepé) pode minimizar os sintomas, mas a confecção de palmilhas sob medida é uma decisão normalmente mais eficaz. Quando os sintomas provocados pelo neuroma não melhoram com estas medidas, a cirurgia é uma alternativa a ser contemplada. Discuta com um ortopedista esta possibilidade.


Lesão no tornozelo
Tive uma grave lesão no tornozelo, onde foram quebrados todos os maléolos e rupturas de ligamentos. Fiz a cirurgia, que compreendeu a colocação de uma placa e 9 parafusos. Tenho consciência sobre a gravidade e o tempo de recuperação, ou seja, que é muito cedo ainda, mas queria saber se após minha reabilitação poderei ao menos correr, já que decidi que futebol nunca mais.
Anderson dos Santos
Curitiba, PR



Sinto pela sua lesão, que segundo seu próprio relato foi muito grave. Os maléolos são as partes lateral e medial de seu tornozelo e fazem a conexão com os ossos do pé. As fraturas devem se consolidar normalmente, mas os ligamentos têm uma recuperação mais demorada e difícil. Não há razão para que você não volte a correr, mesmo porque a corrida é uma atividade unilateral que não requer súbitas mudanças de direção por parte de seus praticantes, porém sua recuperação será lenta e você deve investir o tempo suficiente para que aconteça a contento. Prepare-se para passar um sem número de horas em sessões de fisioterapia e reabilitação, que compreenderão técnicas de analgesia, exercícios para ganho de movimento, treinos de propriocepção, equilíbrio e reforço muscular.

Deixe o seu comentário


Publicidade

















11 3031.8664
Rua Hermes Fontes, 67
São Paulo - SP





© 1993 - 2014
Todos os direitos reservados