Revista Contra-Relógio
// Medicina Esportiva //

Dores na panturrilha; Gelo ou calor; Palmilhas; Tonturas

Edição 163 - ABRIL 2007 - JOSÉ MARQUES NETO


DORES NA PANTURRILHA
Se possível gostaria de um parecer dos senhores sobre meu caso. Sou corredor, tenho uma estrutura muscular forte, pois fiz judô desde os 12 anos até os 22; hoje tenho 40 anos, 1,72 m e engordei o ano passado 5 kg, de 80 para 85 kg. Em função disso, desde há muito tempo que corro, sempre machuco a panturrilha e tendão de Aquiles; já fiz vários tratamentos, de todo tipo: RPG, tens, fisioterapia, acupuntura etc. Durante o período de tratamento parei de correr, mas sempre volta, faço alongamentos antes e depois. Depois da São Silvestre, que completei com dor, só estou nadando, pedalando e alongando; tomei antiinflamatório (Flanax), mas continuo com dor. Já fiz fortalecimento da panturrilha e do músculo gastrocnêmio e agora não sei o que fazer. Adoro correr e gostaria de voltar.
João Carlos Salgassa, Indaiatuba, SP


Você não é único praticante de atividade física frustrado com lesões recorrentes envolvendo o tendão de Aquiles (tendão calcâneo) e a musculatura da panturrilha. Este problema continua a desafiar médicos, fisioterapeutas, professores de educação física e atletas de uma maneira geral, pois suas causas ainda não foram totalmente elucidadas e o tratamento não acaba com o problema na maior parte das vezes. O tecido conjuntivo humano, do qual fazem parte as fibras colágenas, é pouco vascularizado, isto é, recebe muito pouco suprimento sangüíneo para sua nutrição e manutenção. Esta situação se constitui em um fator predisponente para eventuais lesões, sobretudo por esforços repetitivos, característicos da corrida de longa distância. Além disso, a área demarcada da lesão é a transição miotendínea, ou seja, a fronteira entre o músculo e o tendão, notadamente uma região mais enfraquecida que o ventre muscular ou o corpo do tendão, e justamente por isso mais propensa a ser uma área de freqüentes lesões, sejam elas parciais ou totais. Suas tentativas com as modalidades de tratamento que mencionou são válidas e corretas, porém eu faria também o trabalho de fortalecimento dos músculos da panturrilha através de exercícios de contração excêntrica, na qual o músculo é alongado enquanto desacelera o movimento de alguma carga. Um professor de educação física (ou de academia) poderá lhe orientar melhor quanto a este tipo de exercício de força. Não desanime!

Publicidade


GELO OU CALOR?
Recentemente sofri um estiramento do sóleo e minutos depois coloquei bolsa de água quente para aliviar a dor. Porém, ao ler as edições de número 156 e 157, nas páginas 55 e 61, respectivamente, me ocorreu uma dúvida quanto aos cuidados pós-lesão. A primeira matéria aconselha colocar compressas quentes enquanto que a segunda diz que é para aplicar gelo na musculatura lesionada. Qual é o procedimento correto?
Sebastião Magalhães Rosa, Tremembé, SP


Sua dúvida é pertinente e motivo de muita controvérsia no mundo acadêmico, como você deve ter percebido pela matéria da página 72, edição 159. Acredito que estas duas modalidades terapêuticas funcionam, tanto a termoterapia de adição (calor) quanto a crioterapia (frio), porém por mecanismos fisiológicos diferentes. No seu caso, talvez a dúvida tenha surgido por um problema temporal: sua lesão na panturrilha já havia acontecido há algum tempo, e portanto o músculo se encontrava em fase de plena reparação, sendo importante o aumento da temperatura local, como um estímulo ao incremento do suprimento sangüíneo para aquela região, com conseqüente aporte de células reparadoras do tecido e manutenção do metabolismo muscular. Já o uso do gelo foi indicado logo após exercícios em fase de recuperação de lesões, como um controlador da dor (analgesia) e do processo inflamatório que porventura poderia surgir nesta situação. Reveja as matérias e perceba como as indicações são diferentes.


PALMILHAS FUNCIONAM?
Aproveito para cumprimentá-los pelarevista. A coluna Bom Apetite tem receitas ótimas, algumas eu já testei com sucesso. Mas a minha dúvida é quanto ao uso de palmilhas confeccionadas por fisioterapeutas. Elas são mesmo necessárias? Contribuem para um melhor amortecimento? Gostaria que vocês abordassem este assunto.
Maria da Glória Valadão, Belo Horizonte, MG


As palmilhas prescritas por médicos e confeccionadas pelos protéticos têm indicações precisas, baseadas no quadro clínico do paciente e em suas queixas, e exercem uma função importante no plano de tratamento proposto pelo médico. As palmilhas podem ser confeccionadas a partir de alguns materiais, como couro, silicone, EVA (material sintético, chamado etil-vinil-acetato), e serem feitas sob medida ou adquiridas prontas. São diversas as situações ortopédicas que podem apresentar melhora a partir do uso de palmilhas. Quanto à sua pergunta, os tênis atualmente desenvolvidos pela indústria de calçados esportivos já apresentam características suficientes para uma adequada absorção de impacto, portanto as palmilhas desempenham funções mais relacionadas ao controle de movimentação excessiva dos pés, maior suporte das estruturas plantares e descarga mais uniforme do peso corporal.


TONTURAS
Sou assinante e fico doida para abrir a revista e ver as novidades, mas o que me faz escrever é um problema que apareceu durante as corridas e em alguns treinos. Em 2005 participei de uma equipe, fazíamos fartlek e tiros e comecei a sentir os sintomas de labirintite; fui ao otorrino, fiz vários exames e não apareceu nada. Porém, agora, toda vez que treino fartlek, tiro ou participo de corridas em que puxo o rítmo, sinto como se o chão estivesse balançando. É sempre próximo do km 7 a 10, diminuo o rítmo, seguro o braço de alguém e depois a sensação passa, tanto a vertigem quanto a náusea e posso continuar a correr como se nada tivesse acontecido. Estou com 45 anos, 59 kg, 1,68 m e faço 10 km para 50 minutos e maratonas para 4 horas; treino sempre às 7 h, meus exames laboratoriais estão ótimos, dentro das faixas. Meu problema poderia estar relacionado com a nutrição? Sou quase vegetariana, aboli a carne à noite, dificilmente como fritura, adoro doce. Agradeceria se tivesse alguma orientação a esse respeito.
Anna Perez, Rio de Janeiro, RJ


Seu problema merece ser investigado, pois não é esperado alguém com ótima saúde apresentar estes sintomas durante treinos e provas mais puxadas. Você mencionou que apresenta exames laboratoriais normais, porém foi avaliado seu ferro sangüíneo e a ferritina? Menciono isto pelo fato de ser vegetariana ou quase. Esteve no cardiologista recentemente, ou realizou algum teste ergométrico máximo? Seu eletrocardiograma é normal? Já foi submetida ao exame de ecocardiograma com Doppler colorido? Sua pressão sangüínea é normal? Todas estas perguntas são importantes para ajudar a encontrar o diagnóstico correto para o seu problema, e direcionar o tratamento a fim de que você se veja livre destes transtornos. Procure um cardiologista com experiência na área de Medicina Esportiva para lhe orientar neste sentido.

6 Respostas para “Dores na panturrilha; Gelo ou calor; Palmilhas; Tonturas”

  1. Bom dia!

    Tive uma lesão na panturrilha que já fazem 3 semanas.Foi como se eu tivesse levado uma pedrada.Fiz tratamento com gelol e gelo.Fui ao médico e ele pediu que eu realizasse um ultrassom para verificar o grau da lesão.Minha preocupação é que não posso dar um pique e sinto incomodono no local da lesão.Gostaria de saber se posso nadar,e se isso não teria algum problema.Falo isso é porque tenho receio de agravar…Pergunto quanto tempo vou ficar sem correr…etc….grato,LUIZ

  2. Olá ,tenho 22 anos 1.65 74kg tenho costume de praticar corrida, as vezes paro por um período mas volto tendo engordado 3 ou quatro quilos. recentemente voltei a correr e apareceram dores na regiao proxima ao musculo sóleo. essas dores ocorrem tanto na pera direita quanto esquerda e se intensificam com o impacto da corrida dificultando a corrida . o que posso fazer para melhorar essas dores?

  3. TOMAR CERVEJA AJUDA A LESIONAR A PANTURRILHA ? ESTOU TOMANDO CERVEJA E PRATICANDO ESPORTE, DIARIAMENTE,TODAVIA ME APARECERAM LESÕS, DE UMA HORA PRA OUTRA, TEM HAVER?

  4. Boa noite faz 40 dias que tive uma lesão na panturrilha fiz um ultrason p medico não me passou nada pediu só para continuar o gelo ja não sentia nada e fui tentar jogar e voltou a dor agora me indicaram mentruz e meias kandall é valido e deveria fazer fisioterapia?

  5. bom ,galera .. tive esse problema , mas com fratura da tibia e lesao na panturrilha , nao foi fratura esposta , estou fazendo akele tratamento que muitos medicos nao autorizam , e que poderia ajudar todos , . procurem no youtube , autohemoterapia . .. eu faço ate hj , e sempre me sinto protegido ,

  6. De 3 anos pra cá estou tendo várias lesões de panturilha,já fui em vários médicos, uso uma panturilheira de neoprene, estou tomando magnen B6 e também o suplemento BCAA,mas não está resolvendo porque cerca de cinco dias tive outra lesão. O que faço para evitar de vez essas lesões?

Deixe o seu comentário


Publicidade

















11 3031.8664
Rua Hermes Fontes, 67
São Paulo - SP





© 1993 - 2014
Todos os direitos reservados