Revista Contra-Relógio
// Comrades //

Comrades! Lá vamos nós!

Edição 177 - JUNHO 2008 - TOMAZ LOURENÇO


Pela segunda vez estarei participando da Comrades, dia 15 de junho na África do Sul. Minha estréia na mais famosa ultramaratona do mundo aconteceu no ano passado e foi quase que dentro do previsto.


Como escrevi na edição de junho 2007, segui para a prova confiante que a conseguiria completar, dentro do tempo-limite de 12 horas, mas sem qualquer certeza que isso aconteceria, uma vez que a longa distância (89 km) não permite se fazer previsões com muita segurança. E foi essa mesmo a sensação antes da largada, às 5h30 em Pietermaritzburg, noite ainda e com um frio de 10 graus. Larga-se animado e emocionado, mas ao mesmo tempo inseguro sobre como vai ser a corrida. Previsão de tempo para concluir então nem pensar; melhor deixar para quando estiver faltando uns 10 km...

Publicidade


No ano passado passei a marca da metade do percurso em 5h05 e como sabia que os últimos 30 km seriam em leve descida fiquei entusiasmado com o possível resultado. Só que exatamente quando começou esse trecho favorável apareçam as cãibras e as dores musculares nas pernas, e ao invés de manter ou aumentar o ritmo, caí bastante de velocidade, mas mesmo assim foi possível fechar em 10:54:50.


Este ano estou me achando em melhor forma, além de um pouco mais magro, mas o percurso é morro acima, com os primeiros 30 km em constante, mas leve subida, e redução da distância total para 87,3 km, desde Durban, no litoral, até Maritzburg, a 400 metros de altitude. Dessa forma, acaba sendo uma nova estréia e lá vem a insegurança de novo...


Mas essa situação, conhecida por todos que já fizeram maratona e apenas agravada pela maior distância da Comrades, é um dos detalhes que valoriza e traz mais emoção a essa prova sensacional, com seu público entusiasta pelo percurso.


Em 2007, dos 12.006 inscritos, 10.051 conseguiram terminar em até 12 horas, ou seja, 83,7%. No caso dos brasileiros, que estiveram em número recorde (50) e foram a segunda maior delegação estrangeira presente (só superada pela da Grã-Bretanha), o índice foi um pouco maior, já que 43 tiveram sucesso.


Quando do fechamento desta edição, o site da prova (www.comrades.com) informava que chegava a 42 o total de inscritos do Brasil. Quantos voltarão com medalha no peito? De minha parte espero retornar com duas, a normal e a concedida para quem faz a Comrades nos dois sentidos em anos seguidos (a back to back), tornando-me, assim, um "verdadeiro conradeiro". Na revista de julho, a resposta a essa grande dúvida.


Data muda em 2009


Para quem está planejando correr a Comrades no próximo ano, é bom ficar sabendo que a prova sairá da sua época tradicional, em meados de junho. Em função da Copa das Confederações de Futebol, que acontecerá na África do Sul de 11 a 28/6, a organização da Comrades teve que antecipar a data da prova para 24 de maio em 2009. E para 2010 já foi também definido que a prova acontecerá dia 30 de maio, desta vez em função da Copa do Mundo de futebol no país, de 11/6 a 11/7.

Uma resposta para “Comrades! Lá vamos nós!”

  1. parabenizo a todos oa atletas que estarao na mais sonhada corrida de todos os atletas,espero um dia fazer arte deste grupo boa sorte a todos;

Deixe o seu comentário


Publicidade

















11 3031.8664
Rua Hermes Fontes, 67
São Paulo - SP





© 1993 - 2014
Todos os direitos reservados