Revista Contra-Relógio
// Brasileiros lá fora //

Cancelamento da meia foi a grande má surpresa

Edição 281 - FEVEREIRO 2017 - DENISE AMARAL

A Disney Marathon Weekend é sempre um evento surpreendente pela sua quantidade de provas e pelo número de brasileiros: 1.186 inscritos na meia, maratona, Desafio do Pateta e do Dunga, sem contar os que participaram somente dos 5 e 10 km, além das provas infantis.
Mas, surpreendente mesmo foi o cancelamento da prova de 21 km, anunciado na noite da véspera da prova, que afetou diretamente os 551 brasileiros que viajaram apenas para participar desse evento e frustrou os planos dos que sonhavam ostentar, após completarem as provas, as 3 medalhas do Desafio do Pateta ou as 6 do Dunga.
Em minha 12ª participação nas provas da Disney e minha 122ª maratona, encontrei um ambiente um pouco diferente dos demais anos. Ainda que o número de brasileiros seja incrivelmente grande, embora menor que nos anos anteriores, já não se via os diversos grupos de corrida com suas camisetas da equipe circulando, ruidosamente, pela feira da maratona.
O aumento do número de vagas para o Desafio do Dunga (6.582 completaram este ano) trouxe um novo tipo de corredor, mais magro e com "pinta" de triatleta, ostentando sua viseira e camiseta do Ironman. Entretanto, os gordinhos ainda estavam lá...
Também observei um número maior de estrangeiros, principalmente, ingleses e japoneses. Mas, a Disney continua sendo nossa! O Brasil permanece como o país estrangeiro com o maior número de inscritos e com o maior número de vitórias na maratona (que não premia em dinheiro, portanto sem participação da elite africana - NR).
A Meia e a Maratona da Disney são famosas pelo grande número dos que se aventuram em seu primeiro desafio, onde muitos participam alternando corrida com caminhadas. O limite é de 3h30 e 7 horas, respectivamente, mas computado somente a partir da última das 16 ondas de largada, garantindo mais 40 minutos aos tempos citados.
Na quinta, a prova de 5 km é uma festa, com milhares de corredores fantasiados. E é surpreendente observar o número de crianças que participam, junto com seus pais, de todo o percurso. Com 6 ondas e com o novo perfil de corredores, principalmente inscritos para os Desafios, as últimas ondas nem haviam largado e já tinha corredores cruzando a linha de chegada, após percorrerem as ruas do Parque Epcot.
Nos 10 km, na sexta, a corrida estende-se pelo belo Disney Bordwalk, no entorno dos resorts com praia artificial para novamente percorrer as avenidas e os lindos e iluminados pavilhões dos países do Epcot.


E-MAIL FATÍDICO. Ainda na sexta, a organização da prova começou a enviar e-mails notificando os corredores quanto às condições climáticas. Uma espécie de "seu gato subiu no telhado", em alusão à antiga piada que antecede uma notícia trágica. Às 19 horas, foi enviado um e-mail, informando que a meia estava cancelada, por medida de precaução, devido a previsão de queda de raios no trajeto da prova.
Como as provas iniciam às 5h30 (exceto os 5 km) para não afetarem o funcionamento dos parques e das rodovias, vários corredores já tinham organizado o que deveriam usar e levar para a prova no sábado e estavam se preparando para dormir, já que a saída dos hotéis para as provas inicia-se às 3h30.
O alvoroço tomou conta da cidade e das redes sociais. Nos resorts da Disney, onde fica hospedada a maioria dos brasileiros, o ti-ti-ti foi grande. E, como brasileiro é criativo, na mesma hora tínhamos alguém apresentando suas "pérolas": que a prova havia sido cancelada devido ao maluco que matou e feriu diversas pessoas no aeroporto de Fort Lauderdale na mesma manhã; que a meia poderia ser realizada no domingo, junto com a maratona (e o que aconteceria com os que estavam inscritos nos Desafios?); que poderia ser transferida para a tarde, já que a previsão de raios era pela manhã, entre outras maluquices.
Eu, que estive presente no cancelamento da Maratona de Nova York, em 2012, pude observar uma grande diferença. Embora esteja previsto no regulamento e sem direito a reembolso, o e-mail que foi enviado a todos continha orientações claras quanto ao motivo, já informava que a medalha seria entregue aos inscritos e que poderíamos escolher: reembolso da inscrição em gift card, no valor de 180 dólares, que poderia ser usado nos parques, lojas, restaurantes e hotéis da Disney; ou 2 tickets Hooper (no valor de 257 dólares) para os parques da Disney; ou transferência para a inscrição em outra meia organizada pela RunDisney nos próximos 24 meses; ou transferência da inscrição para a maratona no domingo.
A frustração era enorme, principalmente dos que estavam inscritos para correrem sua primeira meia maratona. Logo grupos se formaram nas redes sociais convidando os atletas a realizarem um treino de 21 km no sábado. Os raios previstos foram poucos e ocorreram durante a madrugada. Na manhã de sábado, a chuva forte havia se dissipado e a desolação dos atletas era ainda maior. Sem chuva e sem raios, durante todo o dia via-se pessoas correndo pelo entorno dos hotéis, muitos usando os seus números da prova.
A medalha da meia poderia ser retirada na Expo, no sábado, e, também, entregue aos participantes dos Desafios, na linha de chegada. A maratona, novamente, teve mais mulheres concluindo do que homens (9.334 e 8.394).
Obviamente, o cancelamento gerou descontentamento para todos. Mas, no domingo, quando acontecia a maratona, não se ouvia qualquer comentário sobre o ocorrido, sobretudo pela maneira com que a organização tratou os participantes. Padrão Disney de excelência. (Denise Amaral - Rio de Janeiro)

Publicidade


Frustração superada
Comecei a correr em 2013. Naquela época, duas provas me enchiam os olhos: a Meia-Maratona do Rio e a da Disney. Com muita dedicação, disciplina e foco, progredi nas planilhas (com ajuda da assessoria de corrida FitRunners) e consegui fazer a primeira em 2014. Depois, vieram mais 6 meias. Então, me inscrevi na da Disney deste ano.
Na véspera da prova, às 19 horas, depois do tradicional "jantar de massas", recebo da organização do evento um e-mail avisando que a corrida estava cancelada por possibilidade de raios durante o percurso. Meu mundo caiu! Chorei muito, uma tristeza que não saberia descrever. Que dor e decepção eu senti naquela noite. Eu e mais de 20 mil corredores que também fariam a prova. Acordei às 5h30 (horário da largada), fui até a área aberta do resort, e, junto com dezenas de outros corredores, passei mais de uma hora vendo os raios.
Com todo o apoio e carinho do meu marido e filhas e as dezenas de mensagens de suporte que recebi de amigos, busquei forças para apoiá-lo na maratona no dia seguinte.
Na segunda-feira, acordei cedo, ainda escuro, coloquei meu tênis e saí para fazer 5 km pela pista de corrida do resort. Completei, mas resolvi fazer 10 km e, mesmo sem água, cheguei nos 16km. Foi quando pensei: "Agora só faltam 5 km... vou completar minha meia- maratona hoje e assim fiz!"
Não teve largada glamourosa com fogos, não teve água, apoio e nem torcida, não passei pelo castelo do Magic Kingdom, não teve sequer linha de chegada e fotos, mas terminei com a alma lavada, sentindo uma paz enorme no coração! Precisava correr aqueles 21 km e só eu sei o quanto amadureci com essa experiência. Quando as coisas não acontecem do jeito que sonhamos, o melhor é levantar a cabeça, organizar as ideias, traçar uma nova rota e seguir em frente, porque coisas boas acontecem para aqueles que não desistem! (Renata Marcondes - João Pessoa)



Pedido de casamento
Coisas mágicas acontecem na Disney. Adriano Gonçalves resolveu oficializar sua união com Wanessa Silva. Inscritos para participar do Desafio do Dunga, ele preparou um faixa que escondeu sob a manga de sua camisa. Após completarem pela primeira vez uma maratona, ele se ajoelhou e tirou a faixa com a famosa frase em inglês e português: Quer casar comigo?
A arquibancada na linha de chegada foi à loucura. Todos gritavam "Yes, Yes, Yes". As mais assanhadas respondiam "I accept" (eu aceito). Wanessa disse que chorou de emoção pela estreia nos 42 km e pelo inusitado e encantador pedido. Adriano também chorou, principalmente por estar com o braço todo assado, porque correu o tempo todo com a faixa escondida.




Deixe o seu comentário


Publicidade

















11 3031.8664
Rua Hermes Fontes, 67
São Paulo - SP





© 1993 - 2014
Todos os direitos reservados