Revista Contra-Relógio
// Teste //

Avaliamos o Tom Tom Runner 3

Edição 286 - JULHO 2017 - FERNANDA PARADIZO

O Tom Tom Runner 3 chegou propondo algumas melhorias em relação à segunda versão. O modelo que testamos é o top de linha, com relógio GPS, medidor de FC no pulso, música e ainda uma novidade, o explorador de rotas.

São 5 as versões do relógio que a Tom Tom colocou no mercado brasileiro (veja boxe dos modelos com valores sugeridos). A seguir, informações sobre cada item, separadamente, que chamaram atenção no teste do aparelho, além de uma listagem de pontos positivos e negativos.

Publicidade


Pulseira confortável
Uma das grandes melhorias citadas por usuários do relógio diz respeito à pulseira, que se encaixa muito bem no pulso, tem três encaixes e oferece dois tamanhos para os usuários, que podem ser medidos na própria embalagem, o que facilita para quem não tem a mínima ideia de tamanho que mais se adapta ao pulso. A pulseira é bem confortável, inclusive para uso diário, que é uma vantagem para aqueles que querem usar o aparelho como relógio.
Como vários outros GPS no mercado, a possibilidade de trocar a pulseira (disponível em várias cores, como preto, verde, azul, azul com verde e rosa com azul no tamanho pequeno; preto, verde, laranja, azul-escuro com verde e cinza com laranja no tamanho grande) é uma vantagem, considerando que muitos relógios GPS no mercado são praticamente inutilizados quando as pulseiras quebram, devido à grande dificuldade de encontrar assistência local para troca apenas da pulseira a um custo que valha a pena.


Batimentos cardíacos no pulso
Um dos grandes atributos do modelo Cardio, que não precisa de cinta cardíaca para medição dos batimentos. O leitor oferece melhoria em relação à versão anterior, que tinha algumas alterações bruscas e saltos ao apresentar os batimentos. O visor ficou bem mais preciso, sem alterações significativas. Além disso, a pulseira bem fixada ao pulso mede os batimentos cardíacos sem incomodar.


Música no próprio relógio
Essa é uma das vantagens de quem adquire o modelo Music e uma boa opção para quem gosta de se exercitar com música e não quer carregar junto um tocador ou o celular. É possível gravar as músicas diretamente no próprio relógio. O relógio aceita até 3GB de arquivo, que equivalem a 500 músicas ou 20 horas. É bem fácil fazer a gravação das músicas baixadas do Itunes ou do Windows Media Player. O relógio só aceita arquivos MP3 e AAC, o que pode ser um inconveniente para aqueles que não fazem mais download das músicas e usam programas de streaming, como Apple Music ou Spotify.
É possível usar outros modelos de fone de ouvido bluetooth (citados pelo fabricante) em vez de adquirir o modelo que acompanha o fone de ouvido sem fio (Cardio + Music), que é na verdade um excelente fone de ouvido para correr ou se exercitar na academia, mas talvez não compense pelo acréscimo de 400 reais no preço total. Existem bons fones de ouvido no mercado, mais baratos, que cumprem muito bem o papel.


Software intuitivo
A primeira coisa a fazer quando você tem o relógio em mãos é plugar no computador e baixar o MySports, o programa da TomTom. Ele é bem intuitivo e você não terá problemas para operá-lo. Assim que você liga o relógio, já é possível baixar as músicas do seu computador, criar sua playlist e configurar os parâmetros do uso do relógio e GPS, como informações pessoais, tipos de treino etc. Descarregar os dados das atividades é também muito simples. O aplicativo de celular (disponível para iPhone e Android), que mostra um resumo de todas as atividades, é fácil de conectar para liberar as informações diretamente do celular e fornece dados bem completos da atividade, como mapa, estatísticas, elevação, laps, ritmo, distância, passos etc. É possível ainda exportar os dados da atividade para outras plataformas, como Strava, MapMyFitness, Endomondo, Nike Plus.


Acesso às funções
Tanto o GPS quanto o medidor de frequência cardíaca pegam muito rapidamente. Da mesma forma, o tocador de música emparelha de forma fácil com o fone de ouvido sem fio via bluetooth. Além do modo corrida ao ar livre, o relógio traz ainda vários outros modos de atividade, que você pode escolher assim que começa seu treino, como bike, bike indoor, esteira, natação e outras atividades. O acesso aos menus do relógio é feito com um único botão, tipo joystick, que fica abaixo da tela e é de fácil manuseio, sendo necessário apenas um toque para os lados ou para cima e para baixo para percorrer os funções do menu.


Planejamento de treino
A tela do relógio mostra três funções durante a atividade, sendo que duas delas podem ser configuradas de acordo com o que você quer ver fixo. A outra função, que aparece na parte de cima e em tamanho maior, pode ser mudada durante a atividade, com o botão de acesso aos menus. É possível também configurar o tipo de treino no próprio aparelho, programando treinamentos específicos, como intervalados, fracionados, ritmos, aquecimento, desaquecimento etc. Uma função corrigida em relação às versões anteriores é a possibilidade de dar o lap manual.


Bússola e explorador de rotas
Uma das grandes novidades da versão 3 é poder fazer upload de trajetos (arquivo GPX). O relógio, que aceita até 15 trilhas, traz uma bússola embutida e pode guiá-lo em percursos baixados previamente para o aparelho. É um recurso excelente para quem viaja muito e quer treinar por percursos desconhecidos. Além disso, você pode acionar um comando para trazê-lo de volta ao ponto de origem do seu treino.


PONTOS POSITIVOS E NEGATIVOS
Prós
- Leitor de batimento cardíaco no pulso (modelo Cardio)
- Várias opções de programar o treino no próprio relógio
- Sincronização com vários programas, como Strava, MapMyFitness, Endomondo, Nike Plus
- Possibilidade de trocar de pulseira, disponível em várias cores
- Pulseira de boa qualidade, emborrachada, com encaixe em três pontos, e duas opções de tamanho
- Sistema de operação simples, com apenas um botão tipo joystick
- Monitoramento de atividade diária (passos, calorias, horas dormidas)
- Sistema de luz acionado ao colocar a mão em cima da tela (pode ser configurado para ficar aceso em atividades noturnas)
- Customização de 2 campos (esquerdo e direito) na tela e a possibilidade de alterar o terceiro campo com o botão de acesso durante o exercício
- Capacidade de armazenar até 3 GB para músicas (500 músicas ou 20 horas) sem a necessidade de carregar junto o celular (modelo Music) ou um tocador de música
- Possibilidade de conectar vários modelos de fone de ouvido por bluetooth (modelo Music)
- Resistente a água em até 40 m, o que é uma boa opção para que pratica natação ou faz triatlo, além de ser conveniente para quem costuma se exercitar na chuva


Contras
- Não dá para fazer programações mais completas de treinos intervalados, com variações de distância ou tempo
- O relógio possui display monocromático e não tem função dos modelos de smartwatch disponíveis no mercado, que recebem notificações no celular
- Não transmite ao vivo o treino, como outros modelos de GPS no mercado com custo similares e até mais baratos; o celular serve apenas para transmissão de dados
- Os detalhes das atividades são mostrados apenas no aplicativo. Ou seja, é preciso descarregar os treinos para saber dados como altimetria, passos, ritmos etc.
- O preço da versão completa (Music + Cardio) é alto quando comparado a outros modelos. A versão básica possui apenas recursos mais simples de um GPS
- O modelo com música aceita apenas arquivos baixados para o computador (MP3 e AAC), não programas de streaming, como Apple Music e Spotify


Preços sugeridos
Tom Tom Runner 3 - R$ 999
Tom Tom Runner 3 Music + fone de ouvido - R$ 1.599
Tom Tom Runner 3 Cardio - R$ 1.599
Tom Tom Runner 3 Cardio + Music - R$ 1.999
Tom Tom Runner 3 Cardio + Music + fone de ouvido - R$ 2.399

Deixe o seu comentário


Publicidade

















11 3031.8664
Rua Hermes Fontes, 67
São Paulo - SP





© 1993 - 2014
Todos os direitos reservados