Revista Contra-Relógio
// Cobertura //

6ª Maratona EM Movimento

Edição 289 - OUTUBRO 2017 - DA REDAÇÃO

Criada para chamar a atenção para a doença esclerose múltipla, é uma das maratonas difíceis do país, mas que curiosamente teve 37,7% dos concluintes conseguindo entrar no Ranking da CR!

Atletas de várias partes do Brasil se encontraram na capital goiana na manhã do último domingo de agosto, para apoiar e participar de um desafio muito especial: a 6ª Maratona e 9ª Meia-Maratona EM Movimento, eventos oficiais, com percursos aferidos e nada fáceis.
O evento, realizado pela Associação Goiana de Esclerose Múltipla (AGEM) e organizado pela Icesports, é composto por corridas de 5, 10, 15, 21 e 42 km, e tem como objetivo conscientizar a população sobre a necessidade do diagnóstico precoce da Esclerose Múltipla (EM), uma doença autoimune que afeta milhares de pessoas em todo o mundo.
Ainda era de madrugada, escuro e com temperatura agradável, quando os participantes começaram a se concentrar no centro da capital. A largada para os 42 e 21 km aconteceu às 6 horas. As mulheres foram as primeiras a largar, seguidas dos homens. Para as demais distâncias, a saída aconteceu por volta das 7 horas.
Agosto é notadamente um dos meses mais quentes e secos na região. O clima árido e o duro percurso, com longas subidas e descidas, tornam a maratona goiana bastante desafiadora. O grau de dificuldade só é amenizado pela largada mais cedo e pelo bom suprimento de hidratação ao longo do trajeto.
Mesmo com tantos desafios, dos 151 concluintes nos 42 km, 57 homens e mulheres entraram no Ranking da CR, ou seja, 37,7%, índice superior ao verificado na do Rio e nas duas de São Paulo. A razão está na "qualidade dos participantes", como acontece em Uberlândia e Foz do Iguaçu, igualmente maratonas um pouco duras.
Reconhecendo esse desempenho, a organização manteve a premiação em dinheiro aos cinco melhores colocados na maratona e meia, com a formação de um pódio na categoria geral composto por dez atletas. Outro destaque foi a premiação por faixa etária e a entrega de medalhas especiais aos 100 primeiros colocados nas duas distâncias principais.

Publicidade


CAMPEÕES. O brasiliense Luiz Felipe Leite Barbosa, da Vertical Pilates, venceu os 42 km com 2:27:29. Ele tinha ficado em segundo lugar na "rápida" Maratona de Porto Alegre, deste ano, com o tempo de 2:25:07, o que mostra que talvez o percurso em Goiânia não seja assim tão complicado, dada a pequena diferença nos resultados. Já no feminino, Sueli Barroso Oliveira não deu a menor chance para as demais corredoras. Com 3:22:05, ela garantiu o bicampeonato. Em 2015 Sueli foi campeã com 3:49:01.
Criada em 2009, a Corrida EM Movimento teve a maratona, a única do Estado de Goiás, incorporada ao evento em 2011. Com números crescentes de participantes, em 2015 a maratona ganhou força e entrou para o calendário nacional de corridas. Hoje a prova está devidamente certificada e os resultados são oficialmente homologados pelo órgão máximo do atletismo brasileiro, a CBAt, valendo, portanto, para o Ranking da CR.
A aguerrida presidente da AGEM, Eduarda Assis Cavalcanti, adiantou para a revista que a edição do próximo ano será no dia 26 de agosto. Resultados completos das 5 provas e mais informações em www.icesports.com.br


Deixe o seu comentário


Publicidade

















11 3031.8664
Rua Hermes Fontes, 67
São Paulo - SP





© 1993 - 2014
Todos os direitos reservados