Revista Contra-Relógio
// Como funciona //

3 modelos simples de GPS para sua escolha

Edição 234 - MARÇO 2013 - FERNANDA PARADIZO

Para alguns corredores é um acessório fundamental, enquanto para outros é totalmente dispensável. Apesar dessa controvérsia, o importante é que estão surgindo opções mais econômicas, como as que apresentamos aqui.


Existem vários GPS sofisticados no mercado. E, à medida que a tecnologia avança, mais recursos são incorporados aos reloginhos nos pulsos dos corredores. Os fanáticos por esses aparelhos querem sempre o que há de melhor no mercado. Mas, se por um lado temos modelos de última geração, com recursos que, diga-se de passagem, bem poucos usuários dominam, há aqueles aparelhos no mercado não tão sofisticados, que fazem o simples e são eficientes para o que a maioria procura. Ou seja, medir distância, dar o ritmo por quilômetro, o tempo final e a média total da corrida. Se algo mais vier, é lucro.

Publicidade


E o melhor de tudo é que estes modelos básicos, fabricados hoje pelas principais marcas mundiais de GPS, são bem mais em conta. Não é isso que a maior parte dos corredores deseja? Pensando nisso, mostramos aqui três opções, de marcas variadas, que dão conta do recado, sem pesar no bolso.


Garmin Forerunner 10


Preço médio no Brasil: cerca de R$ 600 | Preço nos EUA: U$ 129
Disponível em 3 cores: preto (modelo maior), verde e rosa (modelo menor)


A marca que virou sinônimo de GPS só se rendeu a um modelo mais barato à medida que foram sendo lançadas alternativas no mercado muito mais baratas e que passaram a atender satisfatoriamente aqueles usuários que buscam apenas as funções básicas do aparelho. Embora o valor do F10 esteja um pouco acima do que o praticado pelos concorrentes mais diretos, que investem em aparelhos abaixo de 100 dólares lá fora, o modelo mais simples da Garmin tem provado que pode sobreviver bem no mercado, mesmo com esta diferença de 30 dólares a mais, perante os principais concorrentes.


PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS E FUNÇÕES:
 A diferença para os outros modelos mais sofisticados da marca começa pela caixa da embalagem, de tamanho suficiente para acondicionar apenas o relógio e o cabo USB para carregar a bateria.
 São vários os pontos a favor do F10. O primeiro deles é seus dois tamanhos - preto, um pouco maior, e verde ou rosa, um pouco menor, para atender principalmente ao público feminino. Com certeza, é o menor relógio GPS do mercado.
 Na tela do relógio, é possível ver apenas dois dados simultâneos de cada vez, mas que você pode escolher na configuração: Tempo/Distância, Tempo/Ritmo, Tempo/Caloria, Ritmo/Distância, Ritmo/Caloria, Distância/Caloria. Além disso, é possível configurar uma segunda tela, que pode ser acionada ao longo da corrida pelo botão central à frente do relógio.
 Recursos presentes em modelos mais sofisticados chamam atenção no F10, como Pacer Virtual, a função Walk/Run (em que é possível programar treinos alternados de caminhada e corrida por tempo), as funções AutoLap (em que você programa a distância das voltas) e o AutoPause (que dá o stop automaticamente quando você para de correr, como sinais, postos de água, banheiro etc.).
 Assim como os modelos mais sofisticados, o F10 faz download dos treinos para o computador, via Garmin Connect.
 O modelo não funciona com frequencímetro nem com pedômetro e também não mostra a variação altimétrica nem o ritmo atual (instant pace) no momento da corrida.
 A bateria dele também não tem vida muito longa. São apenas 5 horas de uso contínuo com os recursos de GPS. Para quem vai correr uma maratona ou prova de aventura, chega a ser um pouco arriscado o uso. No caso de usá-lo como relógio, no dia a dia, são cerca de 5 semanas no modo standby (time displaying) até que você precise carregar novamente.
 O cálculo de calorias é feito aproximado, com base apenas no peso.



Timex Marathon GPS


Preço nos EUA: U$ 99 | Produto ainda não comercializado nas lojas do Brasil
Disponível em 2 cores: preto e preto/azul


A Timex também entrou com seu GPS mais em conta no mercado. O modelo Marathon GPS é vendido por menos de 100 dólares nos EUA e atende muito bem aqueles que procuram apenas as funções básicas do aparelho. Há duas cores no mercado (um todo preto e outro preto com alguns detalhes em azul), ambos com as mesmas funções.


PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS E FUNÇÕES:
- Na embalagem do relógio, vem um manual pequeno e o cabo USB para carregar.
- Como é um relógio que calcula o gasto calórico com base no sexo, idade e peso, a primeira coisa a se fazer antes de usar é configurar o perfil com estas informações, que servem para estimar o cálculo das calorias queimadas ao longo da sua corrida.
- Existem 4 opções de tela, que mostram três campos de dados com informações sobre sua corrida. Você pode navegar por elas quando corre. A primeira tela mostra Cronômetro, Distância e Ritmo. As demais telas repetem Cronômetro e Distância e varia apenas o último dado, com velocidade, calorias ou relógio. O relógio funciona no modo AutoLap, em que você define e escolhe a distância (em metros ou milhas), e também no modo manual (como se fosse um cronômetro normal), quando você aciona o lap para ter as voltas. Na configuração do AutoLap, você pode definir a distância de 400 metros, o que é interessante para treinos que simulam uma pista de atletismo.
- O pace mostrado na tela é o ritmo (instant pace) em que você está correndo na hora e não a média. A média do km só poderá ser vista depois no histórico, quando salvou o arquivo.
- Uma coisa bacana deste modelo é que ele mostra o quanto de bateria (em porcentagem) ainda sobra e a memória que você tem disponível no relógio no momento em que você aciona o GPS. São 30 horas de armazenamento no total. O relógio elimina automaticamente os arquivos mais antigos. Portanto, como não é possível fazer download dos dados, você precisa anotá-los antes que os mesmos sejam apagados caso queira guardar o histórico dos seus treinos. Você também pode deletá-los manualmente, caso queira liberar espaço na memória.
- O Timex funciona também como um relógio normal com o GPS desligado, armazenando dados de tempo, voltas e média como qualquer outro relógio da marca. O relógio é à prova d'água (30 metros).
- No modo GPS, a bateria dura cerca de 8 horas. Com o GPS desligado, pode durar de 2 a 3 meses.
- Não funciona com frequencímetro e também não vem com o cabo de dados para fazer o upload para o computador.


Soleus GPS 1.0


Preço médio no Brasil: cerca de R$ 500 | Preço nos EUA: U$ 99
Disponível em 4 cores: preto/branco, preto/amarelo, preto/verde-limão e preto/rosa


A Soleus começou a aparecer com GPS em 2011 e passou a incomodar as outras marcas do mercado, já que oferecia um aparelho muito mais em conta e que prometia trazer as funções básicas para satisfazer os corredores que queriam apenas saber a distância, o tempo e a média do ritmo. Simples, eficiente e fácil de usar, o modelo Soleus 1.0 logo nos primeiros testes realizados pelos especialistas superou em muito as expectativas e fez com que as outras marcas acordassem para o mercado que surgia e crescia.


PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS E FUNÇÕES:
- Preto com pequenos detalhes em azul, o aparelho é vendido numa caixa, em que vem apenas manual e carregador USB.
- Ele tem todas as funções presentes no Timex. Na verdade, as telas são idênticas. O que muda de um relógio para outro é apenas o design.
- Em relação ao tamanho, tem as mesmas dimensões de um Garmin 610, o que é agradável para quem tem pulso pequeno ou não gosta de relógios muito grandes.
- Um detalhe a considerar é que, diferentemente de seus concorrentes mais diretos apresentados aqui, o modelo transfere os dados/histórico de treinos para o computador, mas para isso você tem que adquirir o cabo para descarregar à parte (no valor de U$ 29).
- O modelo, como os outros dois apresentados aqui, não funciona com frequencímetro nem com pedômetro.

Deixe o seu comentário


Publicidade

















11 3031.8664
Rua Hermes Fontes, 67
São Paulo - SP





© 1993 - 2014
Todos os direitos reservados