Revista Contra-Relógio
// Cobertura //

19ª Volta da Pampulha

Edição 292 - JANEIRO 2018 - ANDRÉ SAVAZONI

Prova mineira cresce e, na 19ª edição, chega a 11.537 concluintes.

A Volta Internacional da Pampulha, chamada carinhosamente de VIP pelos mineiros, a cada ano transforma-se em uma festa maior, no primeiro domingo de dezembro para os corredores de Belo Horizonte e de outras regiões do país. A prova teve 11.537 concluintes (7.325 homens e 4.212 mulheres), um aumento de 790 corredores na comparação com 2016.
Um dos fatores que vão empurrando essa evolução e festa da Pampulha tem muita semelhança com os 10 km da Tribuna, em Santos, que reúne perto de 20 mil concluintes. Se no litoral paulista os famosos pelotões, academias, empresas, grupos e associações de corredores são um atrativo à parte, com uma disputa (e premiação para os maiores), em Belo Horizonte as assessorias de corrida seguem a tendência brasileira de crescimento e, assim, transformam a corrida mineira em confraternização de final de ano, com churrascos e festas em casas ao redor da Lagoa da Pampulha alugadas pelas equipes.
As assessorias, inclusive, "ajudam" tanto na organização quanto na divulgação do evento. A HF Treinamento Esportivo, que tem como sócio e idealizador Heleno Fortes, capa da Contra-Relógio de novembro ao lado de corredores da HF na Maratona de Chicago, colocou pacers a partir de 4:00/km para ajudar não apenas os integrantes da assessoria. Inclusive, há uma "disputa" sadia entre as equipes de BH, para ver quem leva mais gente à prova. Segundo levantamento do site www.correbh.com.br, a Teo Esportes foi a maior, com 158 concluintes, seguida pela HF (148) e pela M9 (109). Entre os grupos de corrida, destaque para o Galorunners, com 65 participantes.

Publicidade


HEXACAMPEONATO. O mineiro Giovani dos Santos foi mais uma vez o campeão, o que acontece consecutivamente desde 2012. Integrante da equipe Pé de Vento/Caixa, Giovani completou os 17,8 km em 52:55, seguido por Gilmar Lopes, do Cruzeiro, com 53:15.
Entre as mulheres, vitória da queniana Leah Jerotich, terceira colocada em 2016. Joziane Cardoso, da Pé de Vento/Caixa, ganhadora em 2014, desta vez terminou na terceira colocação, como a melhor brasileira, em 1:04:36.
Mais informações e resultados completos em www.yescom.com.br.



A OPINIÃO DE QUEM CORREU
"Adorei a prova. Já tinha ido assistir outras vezes, mas nada se compara à experiência de participar da Volta da Pampulha. Antes da largada, não imaginei como teria jeito de correr ao lado de tanta gente, mas depois de alguns metros, a gente vai conseguindo espaços. Adorei a energia, tanto dos corredores quanto das pessoas assistindo, todo mundo incentivando, muito bacana. Outro ponto que me chamou a atenção é como é um evento eclético, reunindo pessoas de várias idades, biotipos, raças, regiões... Para mim, a organização foi ótima, ainda mais pelo volume enorme de pessoas com tudo literalmente correndo muito bem." Ana Beatriz Álvares Pinheiro, Belo Horizonte


"Foi minha estreia na Volta da Pampulha, que considerei bem organizada. A entrega dos kits foi ótima, pelo menos na sexta pela manhã quando estive no local. Deu para conversar com as pessoas, olhar tudo o que estava sendo vendido. Curti o kit, a hidratação, entrega de frutas... Porém, para quem chegou mais para o final, pelo que ouvi relatos, houve falta de isotônico e de frutas. Após a chegada, esperei para fazer a marcação do tempo e o nome na medalha, o que havia acertado antes. Paguei R$ 10 antecipadamente (e mais R$ 10 para colocar o nome na camiseta)." Érica Araium, Campinas


"A estrutura da feira foi bacana, com muitas opções para compra de acessórios de corrida. O único problema foi a fila enorme que se formou no sábado e dobrou o quarteirão. A prova, como sempre, lotada e sem divisões de largada por ritmo. É um evento-festa, como a São Silvestre. Não pode ser levado a sério por quem quer 'fazer tempo'. Teve água gelada, isotônico, camisa razoável e a medalha ficou show." Maria Vitória Abreu, Belo Horizonte


"A Volta da Pampulha é uma dessas corridas com ar de clima festivo e não seria diferente na edição de número 19, a minha nona participação. A expo na retirada do kit está se aperfeiçoando a cada ano, o que traz um diferencial para o evento. Mas o melhor de tudo aconteceu realmente no domingo. Prova muito bem organizada, clima festivo emocionante e com uma temperatura que nos permitiu correr sem o forte sol de alguns anos. Destaque para a melhoria da dispersão, não mais pela praça e sim pela Avenida Santa Rosa." Helbert Goes, Belo Horizonte


"Foi a minha segunda participação nessa tradicional prova mineira, que oferece uma ótima infraestrutura, com apoio médico, hidratação (água e isotônico), banheiros e lanche pós-prova. O grande ponto negativo continua sendo a largada, tanto pelo horário, como pela não divisão em ritmos. Se a Yescom conseguisse organizar esse início em forma de baias e houvesse uma fiscalização, a prova seria quase perfeita, pois teria espaço tanto para corredores rápidos, como para quem quer se divertir." Junior Neilton, Rio de Janeiro


"Uma prova linda! Foi a minha primeira vez e achei muito legal. É desafiadora pela distância (17,8 km), mas, por ela ser plana, a gente sabe que uma hora vai conseguir terminar. Foi muito interessante ver tanta gente diferente correndo, vários perfis, mas que durante o trajeto se uniram para incentivar um ao outro. A organização me pareceu boa, somente um pouco confusa a largada." Camila Lotti do Carmo, Belo Horizonte


"Para mim, que morei muito tempo do lado da Lagoa da Pampulha, participar da corrida sempre foi um sonho. Corri algumas vezes, participei das edições de 2015 e de 2016, mas para 2017 queria algo novo, resultados diferentes, me superar. Assim, aprendi que metas/objetivos devem ser vencidos; treinei forte, me dediquei e consegui fazer o melhor tempo na prova, com um ritmo de 5:13 por km. Foi simplesmente sensacional em uma corrida perfeita e com excelente estrutura." Pedro Henrique Maciel, Belo Horizonte


Deixe o seu comentário


Publicidade

















11 3031.8664
Rua Hermes Fontes, 67
São Paulo - SP





© 1993 - 2014
Todos os direitos reservados