Revista Contra-Relógio
// Especial //

10 erros comuns antes e durante uma prova

Edição 185 - FEVEREIRO 2009 - TOMAZ LOURENÇO

Já corri dezenas de maratonas e meias, mais de uma centena de provas com menor distância, além de algumas ultras, de 50 a 89 km. Por isso, me considero bastante experiente, já tendo presenciado situações das mais diversas nas corridas, entre elas muitos erros de corredores, especialmente os mais novatos, mas também de gente bastante “rodada”. Com o intuito de ajudar os leitores para que problemas sejam os menores possíveis durante as competições (e até em treinos), apresento, a seguir, uma lista de 10 situações que devem ser evitadas ou devidamente corrigidas, nos dias que antecedem uma prova e no próprio dia, assim como outras 10 no transcorrer da competição. Mas deve haver outras atitudes que corredores igualmente experientes possam e queiram destacar e por essa razão a revista fica, desde já, aberta a observações dos leitores nesse sentido, e que se prontifiquem a enviá-las (por email) para a CR.


ANTES

Publicidade


1) NÃO PROCURAR SE INFORMAR SOBRE A CORRIDA. Ao contrário de anos atrás, quando se ia para uma prova sem muitas informações, e as surpresas aconteciam, atualmente o corredor tem facilidade para saber sobre os eventos, através de publicações e pelos inúmeros sites voltados ao segmento. A CR procura cumprir esse papel e está sempre disponível para esclarecer dúvidas sobre provas não apenas no Brasil, como também do exterior.


2) NÃO DESCANSAR O SUFICIENTE NA SEMANA. Apesar de existir toda uma teoria sobre treinamento, envolvendo várias fases de preparação, na prática sabe-se que a maioria dos corredores não realiza um planejamento de médio e longo prazo, com exceção, talvez, quando se tem em vista uma maratona ou um evento semelhante. Dessa forma, se a prova é de 10 km ou uma meia-maratona, o que se faz é realizar treinos mais rápidos e mais curtos ou um pouco mais longos e não tão fortes, para essas duas situações citadas como exemplo. Não é nada "científica" tal preparação, mas é corriqueira, porque acaba funcionando de alguma forma. Só que muitos costumam manter ou até intensificar os treinos na semana da prova, para não perder condicionamento, o que geralmente é um erro, pois se vai chegar na competição não devidamente descansado. Uma regra que os mais experientes logo constatam é a seguinte: treinos excelentes durante a semana, prova ruim no fim de semana. Portanto, para a próxima competição, opte por fazer a última semana leve, mesmo porque está provado que não se perde condicionamento em alguns poucos dias de descanso.


3) FAZER UM CAFÉ DA MANHÃ DIFERENTE DO HABITUAL. Esta recomendação está em todos os lugares e já é um lugar comum. Mas ao contrário de outras que vem sendo contestadas ou colocadas em dúvida (pela Contra-Relógio), como a necessidade de alongamento imediatamente antes de começar a correr ou a recomendação para se beber um copo d´água a cada 20 minutos, esta continua valendo e deve ser seguida, para que não se tenha surpresa antes da largada ou durante a prova. Com o agravante que banheiros costumam estar sempre cheios na área da concentração e raramente são encontrados no percurso...


4) USAR ROUPA OU TÊNIS NOVO. Outro alerta que se lê em todos os sites, revistas etc, mas curiosamente não costuma ser levado em conta por grande parte dos corredores, seja porque o desejo de estrear algo novo bate mais forte, ou porque não se considera tal recomendação como muito importante. É verdade que hoje em dia a vestimenta para a prática da corrida é algo especializado para dar o maior conforto possível ao esportista, assim como os tênis parecem que já vem "pré-amaciados", tal a qualidade que apresentam. Mas, mesmo assim, não vale a pena correr o risco de sofrer um incômodo durante a prova, por conta da roupa ou do calçado, recomendação válida especialmente para as mais longas, onde o problema tem mais chance de aparecer.


5) IR PARA A PROVA, COM POUCA ANTECEDÊNCIA E NÃO SABENDO PRECISAMENTE O LOCAL. Em várias cidades os participantes já conhecem bem onde as corridas costumam acontecer, mas não se pode esquecer que mudanças de trânsito, até por conta do evento, são sempre possíveis de ocorrer, daí este alerta, que merece especial atenção quando se trata de provas em outras cidades. Só quem já chegou atrasado para uma largada sabe o quanto é desagradável. Efetivamente, não é uma experiência que valha a pena passar.


6) NÃO PASSAR VASELINA. OUTRA RECOMENDAÇÃO CONHECIDA E MUITAS VEZES ESQUECIDA. Ela é indicada notadamente para os dias mais frios, para os corredores mais pesados e quando da participação em percursos longos. Além dos mamilos, sugere-se passar vaselina também entre coxas e na parte genital. Alguns gostam de usar o produto nos pés, igualmente para evitar assaduras, mas é necessário atenção para não exagerar, para que os pés não fiquem "dançando" na meia/tênis.


7) ALONGAR POR MUITO TEMPO. Este hábito já está arraigado entre inúmeros corredores, ainda mais que várias são as provas que fazem uma seção de alongamento pouco antes do tiro de largada. Como a revista mostrou em edições anteriores, esse "puxa-estica" imediatamente antes de começar a correr não traz qualquer ajuda (para evitar lesões ou para correr melhor) e pode até prejudicar a performance. O indicado é que se faça um simples aquecimento, através de trote, ou que se comece sem forçar, para ir acostumando a musculatura.


8) FICAR BEBENDO BASTANTE LÍQUIDO ANTES DA LARGADA. Da mesma forma que os alongamentos antes do começo de uma corrida, a falta do que fazer leva muita gente a ocupar o tempo ingerindo líquidos, para começar a prova "bem hidratado". O problema é que as pessoas exageram, e o resultado é a necessidade de parar no percurso, mesmo que a distância seja de apenas 10 km, para urinar. Antigamente acontecia de algumas corridas não garantirem um bom abastecimento durante o trajeto, mas agora o que se vê é até o contrário, com inúmeros postos de água e isotônico, daí não ter muito sentido essa preocupação com a hidratação prévia.


9) ESQUECER DE AMARRAR FIRME O TÊNIS. Naturalmente que todo mundo sabe da importância de amarrar bem o tênis, ainda mais que se precisa prender o chip. Acontece que mesmo quando essa operação é feita com cuidado, os cadarços podem se soltar durante a competição, atrapalhando o corredor e o fazendo perder algum tempo. Isto acontece especialmente quando está chovendo ou quando se transpira muito (ou se joga bastante água no corpo), fazendo com que os cadarços se amoleçam e soltem. A solução é muito simples: basta dar um nó no cadarço, após o laço. Também existe um dispositivo para prender firme o laço, enquanto alguns preferem colocar para dentro do tênis os cadarços.


10) SE POSICIONAR O MAIS NA FRENTE POSSÍVEL. É lógico que todo mundo quer sair perto da linha de largada, para não perder tempo no momento em que o congestionamento é maior, como acontece cada vez mais em nossas corridas, especialmente as nas grandes cidades. Só que esse empenho para se posicionar na frente acaba sendo pouco producente e até perigoso, a não ser que você seja efetivamente um corredor rápido. O tempo que se perde nas largadas costuma ser inexpressivo e, além disso, as provas costumam considerar os tempos líquidos, contados apenas a partir do momento em que a pessoa passa pelo tapete da largada. E a saída entre os mais rápidos, pode acarretar uma queda e muito provavelmente alguns xingamentos ou empurrões, por estar atrapalhando os demais.


DURANTE


1) COMEÇAR A PROVA MUITO FORTE. Este aspecto por vezes está relacionado ao 10º quesito da primeira parte da matéria, ou seja, muita gente larga em ritmo acelerado por ter se posicionado na frente e, com medo de ser atropelado, faz os primeiros metros "voando", mas logo cansa. Mesmo para quem corre em bom ritmo, mas não é um atleta de elite, o recomendável é sair sem forçar demais, achando sua velocidade ideal logo depois e até guardando um pouco para a parte final da competição, para uma chegada triunfante.


2) ESTABELECER UM DETERMINADO RITMO RÍGIDO. Conversa comum antes de largadas é sobre o ritmo que cada um pretende fazer. É algo até razoável tal previsão ou aspiração, mas ela precisa ser devidamente considerada, para não acabar prejudicando o resultado final do corredor, para mais ou para menos. Vamos explicar! Ao se entrar numa prova com o objetivo de fazê-la em tantos minutos por quilômetro, checando no relógio cada passagem de km, acaba se ficando escravo do ritmo, mas pode-se estar num dia ruim (cansado por alguma razão) ou a prova não estar oferecendo boas condições pelo percurso ruim ou alta temperatura. Dessa forma, não será possível cumprir o ritmo almejado e assim deve-se encarar a situação, correndo-se na velocidade "possível" naquele dia. O contrário também acontece, ou seja, começa-se a prova em determinado ritmo, mas se constata que está sobrando energia (pelas razões inversas anteriormente apresentadas) e então é o caso de esquecer o tempo previsto (e as recomendações do treinador) e correr como o corpo está aceitando e pedindo no momento, quem sabe até para conseguir o recorde pessoal na distância.


3) ERROS AO PEGAR E TOMAR ÁGUA. A questão do abastecimento parece algo simples e efetivamente é, mas os iniciantes por vezes se atrapalham. A começar pela procura logo da primeira bancada de água, sempre a mais congestionada, quando normalmente muitas outras estão pela frente. E depois de pegar o copo a recomendação é se afastar do local, para facilitar para os outros e não se chocar com os mais (ou tão) afoitos. Outra recomendação é quanto à forma de beber a água do copo. Muitos ainda abrem completamente o lacre e ao tentarem beber, além de desperdiçarem boa parte, acabam se engasgando. O correto é fazer um furo na tampa, com o dedo, e ir tomando de golinhos. E nem precisa tomar tudo, podendo o restante ser jogado na cabeça, para refrescar.


4) FICAR CORRENDO EM ZIGUE-ZAGUE. Esta recomendação é óbvia, uma vez que qualquer pessoa sabe que o mais lógico é o corredor não sair de seu caminho, desviando para um lado ou outro, porque acaba cortando a frente dos outros, com risco de quedas, além de prejudicar seu próprio rendimento, uma vez que acabará fazendo uma distância superior à aferida pelo evento. Apesar disso, alguns fazem essa "operação", quando da proximidade de postos de abastecimento, ou para conversar com um amigo, ou para ser fotografado, ou para sair na TV...


5) NÃO PROCURAR TANGENCIAR AS CURVAS. Aqui a questão é técnica e se resume a alertar para que a pessoa corra a distância efetivamente medida, resultado de uma aferição feita por pessoal gabaritado e que realiza o melhor tangenciamento possível das curvas, com o objetivo de procurar encontrar a menor distância. Ou seja, quem corre certo, completa o mesmo trajeto do medidor, enquanto os outros fazem alguns metros mais.


6) LEVAR GEL PARA UMA PROVA DE 10 KM. Citamos o gel de carboidrato, mas pode ser um outro suplemento qualquer. Efetivamente em eventos de curta distância não é necessária qualquer suplementação, para repor a energia perdida, bastando água e eventualmente o isotônico fornecido pela organização. Mesmo porque a absorção por parte do organismo demora algum tempo, daí tal ingestão não fazer qualquer diferença.


7) NÃO PARAR OU REDUZIR AO SENTIR MAL ESTAR. Correr significa se esforçar para vencer determinada distância e mesmo que não se trate de uma pessoa competitiva, algum empenho sempre será necessário. Isso poderá significar algum sofrimento durante a competição, mas deve-se separar bem o que são dores musculares ou o cansaço natural, de um mal estar repentino, como tontura, dor no peito, vontade de vomitar. Nestes casos, não se deve titubear: é parar e ir caminhando, ou pelo menos reduzir o ritmo. Se tudo voltar ao normal, a corrida continua, caso contrário procurar ajuda médica o quanto antes.


8) NÃO RELAXAR OMBROS E BRAÇOS. Pode parecer bobagem esta recomendação, na medida em que o que manda numa corrida são as pernas (e os pulmões). Mas correr muito tenso é prejudicial para o rendimento do atleta, daí se indicar que de tempos em tempos o corredor procure dar uma relaxada nos ombros e braços, e também não fique olhando fixo para frente, mas aproveitando para trocar idéias com alguém ao lado, vendo a paisagem, brincando com a platéia (quando existe...).


9) ALONGAR QUANDO SURGEM CÂIBRAS. O tema não tem unanimidade, até pelo contrário, com muita gente recomendando que se alongue quando as câibras aparecerem durante uma competição. Mas fisiologistas e fisioterapeutas comentam que tal atitude nada ou pouco ajuda, sendo mais producente simplesmente procurar caminhar até as contrações pararem ou diminuírem. Melhor ainda se a pessoa conseguir aplicar gelo no local.


10) ACABAR A PROVA, PARAR E ALONGAR. Assim como antes de começar a correr se sugere um prévio aquecimento, para depois também se indica um desaquecimento, que pode se dar através de caminhada ou mesmo um trote. Nada de parar imediatamente e começar a alongar. Esta atitude é perigosa para o sistema cardiorrespiratório porque o coração, que vinha trabalhando em ritmo acelerado, não muda automaticamente de ritmo ao se terminar a prova e, dessa forma, acaba bombeando mais sangue do que o corpo passa a necessitar. E alongar com o corpo muito quente pode levar a um esticamento exagerado das fibras musculares, com risco até de rompimento. Portanto, deixe o alongamento para depois de caminhar por uns tempos e se hidratar.

58 Respostas para “10 erros comuns antes e durante uma prova”

  1. gostei muito das dicas,pois muita gente erra mesmo,com os exageros.

  2. Valeu!
    Gracias!

  3. Como corredor amador e com intenção de melhorar cada vez meus treinos, para corer uma maratona, assinei a CR, na São Silvestre de 2010. Em cada edição encontro novas surpresas e esta reportagem sobre dicas de corrida está excelente. Mantenha esta linha editorial. Excelente trabalho. parabéns

  4. Estas dicas, forão as melhores que li. sobre corridas em geral.

    Obrigado.

  5. Passo aqui apenas para agradecer as dicas lidas, abs.

  6. Parabéns pela matéria.
    É muito comum ver estes erros praticados a cada corrida.
    A matéria contribui para melhorar o desempenho do atleta durante a corrida.

  7. Adorei as dicas, farei uso quando fizer a minha primeira
    caminhada “Mama”

  8. Excelente! Serviu para me tirar algumas dúvidas importantes, com rapidez.

  9. Muito bom!!!!
    Confesso que já cometi algumas dessas bobeiras!
    Obrigado por dividir sua larga experiência conosco.

  10. A matéria está ótima,espero que muitos leiam e coloquem em prática,pois são inumeros os corredores,que quando veem uma câmera,corta na frente quase atropelando o outro.Além de ser errado acho falta de educação. Parabens a contra relogio.

  11. Meus cumprimentos pela boa qualidade da matéria. Seguir essas preciosas dicas faz com que qualquer corredor, independentemente de seu nível em corridas, alcance resultados mais elevados.

  12. Ótima matéria.
    Principalmente para iniciantes que mesmo com bons treinadores
    acabam influenciados pelos “mais experientes” e cometem pequenos
    erros que podem comprometer tanto o treinamento quanto as provas.

  13. Aconteceu comigo exatamente o que foi dito neste ítem 10, acabar a provar e se alongar…fiz isso a´pos uma prova e tive um estiramento grau 2 na coxa (adutor). Fiquei parado 40 dias por causa da lesão. Nunca mais…Infelizmente só agora é que fui informado desta atitude.

  14. Muito interessante tais recomendações.São sempre úteis.Parabéns

  15. Materia bem escrita e útil. A maior parte das dicas são óbvias e por isso mesmo valem serem lembradas.

  16. ola,na verdade tudo isso tem grande sentido,principalmente,alertanto mais um pouco, qd correr uma maratona tem q fazer um grande descanso isso ja acoteceu c outros atletas eu nao acreditei porem para q sirva mais uma vez de exemplo. fiz uma maratona em blumenaus com menos de um mes fui faser um ‘cross’ no pico do jaraguar nunca mais voltei a correr. SEU ORGANISMO FICA FRACO VC PERDE UM POUCO DA VONTADE DE INTERAGIR SUAS CELULAS BRANCAS SOMEM .PORTANTO NAO DESACREDITE VC PODE PARAR TAMBEM!…OS ALONGAMENTOS TB EMFLUENCIAM,MUITO.PORQUE: SE TRADA DE UMA COMPETICAO AUTOMATCA NAO DE UM TREINO POREM SE TREINA ANTES E SE ALONGA ANTES TAMBEM OK!.. E SE AQUECE APENAS TROTANDO AO INVEZ DE FAZER TREINAMENTOS PESADOS E FORTES NA VERDADE E TUDO PACIENTEMENTE AGENTE COMSEGUE UNS BONS RESULTADOS PELO Q EU PASEI ESPERO Q POSSA AJUDAR DESCULPEM DOS ERROS GRAFICOS , A TODOS MEU GRD ABRCS…DESTE LEITOR E, EX CORREDOR Q ESTA DEVOLTA; POREM NAO VOU ME DEIXAR ABATER, SO AGORA Q EU PODE VOLTAR A TREINAR ESPERO AINDA NOS VER NUMA PROVA ATE LA!;;;

  17. Estou correndo há 1 ano e 4 meses, ñ possuo treinador mais sou assinante da CR a qual agradeço pelas dicas pois muitas delas já tenho lido na revista e sempre procurado seguir.

  18. bacana, dicas assim é sempre bom lembrar para não cometer os mesmos erros sempre…valeu…

  19. Otima materia, correr assim como outros esportes tem que ser praticado s com prezer.

  20. ESSAS DICAS SÃO OTIMAS PARA PRICANTES DE CORRIDAS, UMA VEZ QUE MUITOS ACHAM QUE CORRER É SÓ VESTIR UMA CAMISA, CALÇAR UM TENIS E PRONTO. COMO EM TUDO DEVEMOS EVITAR ERROS, NA PRATICA DE ESPORTE A REGRA TAMBÉM VALE.

  21. Gostaria de saber se todo corredor precisa fazer musculação. Eu detesto academia mas corro ate 10 km e costuno sustituir as máqunas de musculação por areia fofa na praia, está correto. O que posso faezr ainda mais para melhorar? Tenho 51 anos e corro há 3 anos. Abraços

  22. Parabéns pela belíssima matéria. É muito ilustrativa e didática, dando dicas muito importantes para os corredores amadores. Vou participar da minha 1ª Maratona no dia 19 de junho e, aplicarei muito do que lí em minha corrida.

    Robinson Pinheiro
    Ibitinga-SP

  23. Excelentes dicas, ja cometi alguns dos erros listados. Correndo e aprendendo…

  24. parabéns pela matéria dicas importantes, para nós corredores amadores, que acaba sempre fazendo errado os procedimentos.

  25. Tenho seguido boa parte destes bons conselhos, estive participando da corrida de 5k no aterro do Flamengo para combate ao câncer de mama e tive uma boa colocação com 57 anos de idade, fiz a prova em 20m13s, fiquei em terceiro lugar na faixa étaria.Participo do Panamericano, Meia Maratona do Rio São Silvestre, e não tive até o momento problemas musculares, a revista é um bom instrumento de ajuda, quero assinar.
    Abraços.
    Roberto-
    São Pedro da Aldeia- Região dos Lagos- R.J

  26. Maravilhosas dicas,Qual o corredor que nunca cometeu alguns desses erros!!!!Mas como disse o Rodrigo, correndo e aprendendo,Qualquer informação que nos ajude a não comete-los é bem vinda!!!!Obrigada

  27. Prezado amigo Tomaz; muito obrigado e parabens pelas dicas.
    Nota 1000.
    Abrazos e felicidade Walter

  28. Excelente a matéria!!!
    Parabéns pela iniciativa de publicar uma matéria com este conteúdo de grande valia para muitos corredores.
    Uma leitura interessante, que vale a pena fazer.

  29. Gostei demais das orientações, principalmente da última(ACABAR A PROVA, PARAR E ALONGAR).
    Um forte abraçõ a toda equipe CR!!!!

  30. Muito útil esta matéria dos dez erros comuns. Tenho 60 anos, treino com um professor mas, é sempre bem vindo e acrescenta muito uma matéria como esta. Obrigado.

  31. PARABÉNS PELAS DICAS , POIS É SEMPER BOM LEMBRAR ALGUMAS COISAS E TAMBÉM EXPOR NOVAS DICAS, POIS NÓS CORREDORES SEMPRE COMETEMOS ERROS PRINCIPALMENTE EM PROVAS MAIS LONGAS!

  32. Gostei muito pelas dicas dada pela revista,tenho certeza que daqui para frente não vou mais cometer alguns erros cometidos durante trinamentos e até mesmo nas provas que partipei.

  33. […] ERROS comuns antes e durante a prova […]

  34. já corro a algum tempo mas só agora e que comecei a participar de provas de 10 km , gostei muito das dicas ,sobre os dez erros,tenho visto muito estes error.

  35. gostei muito das dicas as tomarei como lição nos proxímos eventos

  36. Optei por assinar a CR… hoje, desejo obter todas as informações, sobre preparação para qualquer esporte, principalmente corrida.Recomendo… muito obrigada!

  37. […] Revista Contra-Relogio Share Comentar Tags: dicas, durante a prova, pre […]

  38. realmente gostei muito na verdade todos carregamos uma bomba chamada coraçao e que pouco conhecemos pelo fato de a mesma estar bombeando sangue segundo a necesidade do organismo exige por isto moçada jamais devemos parar de todo apos o termmino do percurso seja ele qual vamos caminhar e dar um relex no corpo pois e neste momento que a caixinha esta dando tudo para suprir nossas demanda de consumo ei para irmos mais longe e com segurança sempre alerta este espaço e um chou valeu

  39. Gostei muito de ler as dicas dos 10 erros. Comecei a corre à cinco meses atrás,e isto vai servir para eu melhorar cada vez mais o meu condicionamento físico. Eu adoreiiii! as dicas, espero que vocês continui ajudando os corredores amadores como eu. Até a proxíma.

  40. execelente as dicas, orientando-me, me ensinando muito sobre como me manter constantemente, praticando de forma correta evitando erros bobos em uma competição,levando-me a uma preservação maior do nosso corpo e me fazendo corrir ensinamentos passados.

  41. Parabéns !! Ótimas dicas.

  42. Apesar de ser coadjuvante em corridas, as informações acima foram de muito valia para mim. Começar com boas dicas é algo imprescindível. PARABÉNS!!!

  43. Faltaram: jogar copos na pista, ritmo lento na esquerda

  44. Só participei de 2 corridas, uma de 5km e outra de 10 km, e já fiz alguns desses erros, Minha próxima corrida será de 21km e ainda bem que tive estas informações 6 meses antes. Valeeeu!!

  45. Amei suas dicas e estão me ajudando bastante a ter um bom desempenho em meus treinos,vou compartilhar essas experiências com meus companheiros de treino.Gostaria se possível orientar-me, como faço para conciliar treino de corrida,natação e musculação basta apenas o basicão pois vou entender por não ser sedentario.Obrigado,abraços.

  46. Gostei das dicas
    Obrigado,abraços

  47. Realmente suas dicas são excelente, mas vale lembrar que inevitavelmente ao participar de uma corrida (que e fiferente de um treino) tem que ser considerado o estrago que o sistema nervoso pode causar em um atleta, pode ele estar bem preparado ou não, na hora em que antecede a prova ha necessidade de ter um controle emocional muito bom ou estar prepado psicologimente. Eu procurava falar mentalmente para mim que iria tentar o meu melhor, mesmo que fosse o pior aos olhos dos outros e desfrutar a corrida, muitas vezes funcionava, outras nem tanto. O importante e iniciar e terminar o percurso e ir embora satisfeito consigo mesmo.

  48. Como foi dado a dica não há como errar, valeu mesmo. Continue dando dicas e eu só vou ficar saboreando e aprendendo. Obrigada

  49. exelente seria bom se todos seguissem estas dicas

  50. essas dicas são muito valiosas,pois varios corredores nao obtem melhores resultados.por desinformaçao.valeu pelas dicas.

  51. Adorei os “toques” sou novata e vou correr minha primeira prova de 10km mês que vem, como treino sozinha estou sempre buscando informações e dicas com os mais experientes.Valeu =)

  52. Muito importante essas 10 dicas,o conhecimento nunca é demais.

    Muito Obrigado!

  53. Ótimas suas dicas, penso que vc poderia e tem capacidade para isto, de acrescentar quais alimentos sugeridos para o café da manhã, obg.Geraldo.

  54. Disse tudo !!!!

  55. Demais essas dicas,corri a de 8 km e saí na disparada pois estava no pelotão da frente,a corrida da Estácio,pelos colaboradores dentre os 45 cheguei em oitavo,cansei logo no início,deu vontade de parar,doeu tudo,e ainda por cima parei para urinar oque me tirou oque eu almejava, um quinto lugar,agora com essas dicas espero correr a Panamericana mais bem preparado valeu pela dica!!!

  56. gostei amei dicas muito boas parabens

  57. gostei dessas dicas com certesa vai me ajudar muito valeu….

  58. Muito Interessante, sempre bom relembrar! 10!

Deixe o seu comentário


Publicidade

















11 3031.8664
Rua Hermes Fontes, 67
São Paulo - SP





© 1993 - 2014
Todos os direitos reservados