Revista Contra-Relógio

Fique atualizado com as últimas informações do mundo da corrida

// Últimas/

Com 8.877 concluintes, Maratona do Rio pode ser a maior da América do Sul em 2018

4/junho/2018

Crédito: Dizz Media

Crédito: Dizz Media

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A Maratona da Cidade do Rio de Janeiro, disputada neste domingo (dia 3), cresceu em participação, apesar dos problemas causados pela greve dos caminhoneiros na semana anterior, consolidou-se como a maior do Brasil e pode ser tornar também a maior da América do Sul em 2018.

Pelos números divulgados pela organização no site oficial, foram 8.877 corredores a completar os 42 km (incluindo quem também fez o Desafio Cidade Maravilhosa, de 21 km + 42 km), sendo 6.380 homens e 2.497 mulheres no total (os resultados podem ser acessados em www.maratonadorio.com.br).

Até 2017, a maior da América do Sul é a argentina Buenos Aires, com 8.151 concluintes na edição do ano passado e 9.583 em 2016. A prova deste ano será disputada no dia 23 de setembro, quando teremos a comparação com o desempenho do Rio em 2018.

Na Family Run, realizada também no domingo no Aterro do Flamengo, foram 2.120 corredores nos 10 km e 2.872 concluintes nos 6 km.

No sábado (dia 2), a Meia-Maratona Olympikus do Rio contou com 5.029 homens e 5.063 mulheres completando os 21 km (10.092).

Assim, o evento todo somou 23.961 concluintes nas quatro distâncias (42 km, 21 km, 6 km e 10 km) nos dois dias, portanto, bem abaixo dos 38 mil inscritos anunciados pela organização. E essa estatística inclui quem participou de mais uma corrida; então, não é o número total de participantes, que é menor, pois houve quem fez o desafio oficial (o Cidade Maravilhosa, com 21 km + 42 km, recebendo uma terceira medalha especial), mas também outros corredores que estiveram nos 21 km + 6 km ou 21 km + 10 km.

Dessa forma, a Maratona do Rio, mesmo se considerando os 4 eventos que a compreende, ainda fica atrás da São Silvestre, que em 2017 teve 26 mil corredores passando pelo seu pórtico de chegada, o que lhe dá o status de maior corrida do Brasil.

ELITE – A Maratona CAIXA do Rio de Janeiro chegou este ano à 16ª edição. O etíope Mersimoy Niguse largou para disputar pela primeira vez uma prova de 42 km e cruzou a linha de chegada como o grande vencedor masculino, em 2:18:41. O queniano Nicolas Kipkorir Chelimo ficou em segundo, seguido do brasileiro Gilmar Silvestre Lopes (Brasil/Cruzeiro), 2:21:01 na terceira posição.

No feminino, Zinash Estifo Banetirga, também da Etiópia, subiu no topo do pódio, com o tempo de 2:41:40. A pernambucana Mirela Saturnino ficou com a segunda colocação (2:42:06). Priscilla Lorchima do Quênia terminou em terceiro (2:44:02).

Postado em: Maratona por André Savazoni às 13:59

Deixe o seu comentário

// outros blogs //

Blog da CR

"Este ano eu entro no Ranking!" Participe do Desafio CR!>> LER POST

Na Corrida

Detalhes da Maratona de Santiago>> LER POST

Linhas de Chegada

Treino para Maratona gera RP nos 10km>> LER POST

Vida Corrida

O grato convite para Maratona do Rio>> LER POST

Publicidade

Calhau

Publicidade

















11 3031.8664
Rua Hermes Fontes, 67
São Paulo - SP





© 1993 - 2014
Todos os direitos reservados