Revista Contra-Relógio

Fique atualizado com as últimas informações do mundo da corrida

// Últimas/

Conheça uma pouco mais sobre a Maratona de Nova York

2/novembro/2017

Fotógrafa e repórter da Contra-Relógio, Fernanda Paradizo está completando 20 anos cobrindo a Maratona de Nova York, maior prova de 42 km do mundo, com mais de 50 mil inscritos e concluintes. Ao longo desse período, ela publicou uma série de reportagens com dicas e informações do evento na CR. Para quem correrá neste próximo domingo e para quem já está planejando ir em 2018, confira alguns dos temas abordados pela Fernanda.

new-york-marathon-verrazano-bridge-aerial

“A prova conta atualmente com 50 mil inscritos, que se alinham na ponte Verrazano-Narrows para correr pelos cinco distritos da cidade – Staten Island, Brooklyn, Queens, Bronx e Manhattan – e cruzar a linha de chegada no magnífico Central Park, com suas folhagens alaranjadas, características da época de outono. 

Quem já fez pelo menos uma vez na vida Nova York sabe muito bem como é difícil expressar o que significa correr na Big Apple. Talvez a palavra “indescritível” seja a mais usada pelos milhares de corredores que se alinharam na largada da maratona mais famosa e popular do mundo. Ainda que o percurso não seja dos mais fáceis, há quem diga que não há lugar melhor para debutar nos 42 km.

Transporte para a largada – Os corredores são transportados de ônibus oficial (que saem em frente à Biblioteca Pública de Nova York, na 5ª Avenida com a 42nd Street), ou de ferry boat, até Staten Island para largar ao pé da Verrazano Bridge, um dos cartões-postais da cidade. Mesmo que sua onda de largada seja mais tarde, é bom entrar na fila do ônibus pelo menos às 6h. A fila costuma ser grande, mas tudo funciona rapidamente e com tranquilidade. Para quem vai de ferry boat, atente para o horário que deverá pegar o barco, no Staten Island Ferry, Whitehall Terminal, Manhattan, especificado no seu kit. Não existe uma rigidez no horário, mas é sempre bom tentar segui-lo. No local da largada haverá café da manhã e tudo o que você precisa para ficar lá aguardando seu horário de largada, o que pode significar algumas horas.

Parada das nações – Realizada no fim da tarde de sexta-feira, é um desfile das delegações que acontece bem na chegada da prova, no Central Park. O Brasil dá sempre um verdadeiro show de animação na festa, que termina com o desfile de atletas de elite e uma queima de fogos. É preciso ser selecionado para participar. Mesmo que não participe, vale sentar na arquibancada para ver o espetáculo.

Corrida de 5 km – Muitos corredores preferem curtir a manhã de sábado correndo o NYRR Dash to the Finish Line 5k, que larga na frente do prédio da ONU e termina na linha de chegada da maratona. Uma boa oportunidade para descontrair para o grande dia.

Jantas de massas – Ainda no sábado, a partir das 16h, o jantar de massas é mais uma incrível demonstração de como tudo funciona por lá. Tendas montadas ao lado do luxuoso restaurante Tavern on the Green, no Central Park, servem uma boa pasta para os participantes. É preciso levar o tíquete recebido junto com o kit. Se estiver acompanhado, pode adquirir ingressos extras na feira. De noite é realizada uma queima de fogos no local.

Relógio e marcação em milhas – Relógios digitais são posicionados a cada 5 km e na marca da meia-maratona. Os mesmos marcam o tempo de largada da primeira onda A marcação do percurso é feita em milhas e a cada 5 km.

O PERCURSO NOS 5 DISTRITOS

Staten Island – Ao som de “New York, New York”, na voz de Frank Sinatra, a largada é dada com um tiro de canhão. A prova inicia na ponte Verrazano-Narrows, que liga Staten Island ao Brooklyn. São duas milhas de ponte, sendo uma de subida e outra de descida. No término da ponte, é possível ter uma grande mostra do que é o público em Nova York. Prepare-se para o que virá dali para a frente.

Brooklyn – Cuidado para não se empolgar muito nessa descida da ponte nem com a energia da plateia, que é de arrepiar. Reavalie o ritmo quando entrar no Brooklyn; um começo muito forte vai com certeza fazer com que você pague o preço lá na frente.

Queens – Chega então a vez do Queens e os moradores dali não ficam devendo nada para os do distrito vizinho. É no Queens que a prova atinge a meia-maratona. Antes que os arranha-céus de Manhattan se anunciem é preciso ainda enfrentar uma longa subida, de cerca de 1 milha, na Queensboro, ponte de acesso à Manhattan. A partir de então a prova atinge o tão esperado retão da Primeira Avenida, com 3 milhas de percurso. O público ali faz um barulho ensurdecedor.

Bronx – Ao término dela, você ainda terá mais duas pontes, uma para sair do Bronx, por volta da milha 21, e outra para voltar a Manhattan, já na milha 23. Muitos apostam que essa é a parte menos legal da prova, talvez pela proximidade das duas pontes, o que indica percurso em aclive/declive, mas também pela menor quantidade de público.

Manhattan – Passada essa parte, são apenas mais 3 milhas de prova, onde as pequenas mas constantes subidas e descidas do Central Park não dão trégua e podem representar um desafio a mais, especialmente porque são os últimos quilômetros. Mas é aí também que o apoio do público pode fazer a diferença. A multidão se aglomera nas grades para aplaudir os corredores. São muitas as frases de incentivo vistas em cartazes. Famílias inteiras se reúnem para prestigiar os corredores nesse trecho final. 

Depois da chegada, corredores se encaminham à área de reunião familiar ao encontro de parentes e amigos. Corredores enrolados no tradicional cobertor térmico prateado quase somem diante dos vestidos com ponchos, ofertados para quem optou por não deixar bagagem no guarda-volume, contribuindo assim para uma melhor dispersão na linha de chegada.

Postado em: Maratona por André Savazoni às 21:55

2 Respostas para “Conheça uma pouco mais sobre a Maratona de Nova York”

  1. André, sabe se algum canal irá transmitir a Prova ? Obrigado.

  2. Boa tarde
    Não consta na grade de nenhuma emissora brasileira
    Abraço

Deixe o seu comentário

// outros blogs //

Blog da CR

Envio de provas para o Calendário CR 2018 até dia 16!>> LER POST

Na Corrida

Valorize o tempo que você fez!>> LER POST

Linhas de Chegada

Treino para Maratona gera RP nos 10km>> LER POST

Vida Corrida

Sub 3h: Cristiano Bedin da Costa, atleta solitário na Comunidade Autônoma de Cronópios, conta sua história em Buenos Aires>> LER POST

Publicidade

HALLOWEN

Publicidade

















11 3031.8664
Rua Hermes Fontes, 67
São Paulo - SP





© 1993 - 2014
Todos os direitos reservados