Revista Contra-Relógio

Fique atualizado com as últimas informações do mundo da corrida

// Últimas/

Maratona Rock’n’ Roll de Lisboa une turismo com ótima organização

8/agosto/2017

lisbonA Maratona de Lisboa EDP conta com o selo Rock’n’Roll, do circuito iniciado em San Diego em 1998 e que se alastrou pelos Estados Unidos e, depois, para outros países da Europa e América do Norte. A edição deste ano está marcada para o dia 15 de outubro, unindo turismo com ótima organização.

Por esses atrativos, a prova tem sido mencionada com destaque nas imprensa internacional, principalmente pela união entre maratona e viagem, algo que tem sido cada vez mais procurado pelos corredores ao longo do mundo.

O evento (que conta também com a opção de 21 km) entrou na relação de destaques da Forbes Magazine (Top 12 Marathons Worth The Trip To Europe); da American Express (American Express Essentials – Lisbon Marathon one of the worlds most scenic marathons) e da Huffpost (Canadian Travel Newspaper) – 6 Marathon Destinations.

A maratona larga às 8h na cidade de Cascais e percorre toda a costa, margeando o Atlântico e o Rio Tejo, até chegar na Praça do Comércio, em Lisboa. Já a meia, cuja largada ocorre às 10h30, sai da Ponte Vasco da Gama. O percurso das duas é o mesmo nos 8 km finais, sendo, portanto, estimulante para os maratonistas, na parte mais difícil. Ambas contam com o selo ouro da IAAF.

O evento é muito bem organizado e tem um percurso rápido, bom para recorde pessoal. O que pode complicar é o vento à beira do Tejo. O limite de término da maratona é de 6 horas e o da meia 3 horas. Como todas as provas da série Rock’nRoll, o trajeto é animado, com bandas de rock a cada milha e um supershow ao final.

Diferentemente da maioria das provas na Europa, em que os postos de apoio são a cada 5 km, o evento segue as mesmas regras das provas Rock’n’Roll nos EUA colocando postos a cada 2,5 km, com água, isotônico e frutas.

As inscrições seguem abertas e o valor atual (até o dia 1 de outubro) é de 55 euros para a maratona e de 35 euros para a meia-maratona (valores bem abaixo de outros eventos pelo mundo). Mais informações no site oficial, clicando aqui.

TURISMO – Antes e depois da prova, dá para conhecer muita coisa em Lisboa, como a Torre de Belém, que avança pelo Rio Tejo; o Castelo de São Jorge; o Rosseo; o Parque das Nações, construído para receber a Expo’98 e onde acontece a retirada do kit da prova, entre outros. Não deixe de visitar também a Casa dos Pastéis de Belém, o Mosteiro dos Jerônimos e o Monumento dos Descobrimentos.

Há muitas igrejas bonitas em Lisboa, e algumas delas ficam localizadas no Chiado. Aproveite a noite e faça um passeio pelo Bairro Alto, que é um local antigo da cidade, onde muitos jovens se reúnem. Programe-se para depois da prova dar um pulinho em Sintra, que foi declarada pela Unesco Patrimônio da Humanidade em 1995 e que é destino obrigatório para quem vai a Lisboa. Sintra é considerada um dos primeiros e mais importantes centros da arquitetura romântica europeia. A melhor forma de chegar lá é de trem (comboio, como dizem os portugueses), a partir da Estação do Rossio (demora 40 minutos).

Postado em: Maratona por André Savazoni às 19:11

Deixe o seu comentário

// outros blogs //

Blog da CR

Veja as próximas maratonas no Brasil>> LER POST

Na Corrida

Cia de Eventos anuncia estratégias para se aproximar dos atletas>> LER POST

Linhas de Chegada

Muita transpiração, pouca inspiração>> LER POST

Vida Corrida

Inovando com qualidade>> LER POST

Publicidade

FLORIPA

Publicidade

















11 3031.8664
Rua Hermes Fontes, 67
São Paulo - SP





© 1993 - 2014
Todos os direitos reservados