Revista Contra-Relógio

Para deixar os corredores brasileiros sempre atualizados, com notícias de última hora, nacionais ou internacionais.

// Blog da CR/

Quênia fecha o Mundial com 5 medalhas da maratona. Mo Farah se redime.

5/setembro/2011

O Quênia selou sua arrebatadora participação na maratona do Mundial de Atletismo de Daegu, Coréia do Sul, com 5 medalhas. Depois da trifeta na prova feminina, o queniano Abel Kirui assegurou o bicampeonato mundial, ao vencer com 2:07:38. Em Berlim, ele havia estabelecido o recorde do campeonato, com 2:06:54. A segunda colocação ficou com Vicent Kipruto (2:10:06), seguido do etíope Feyisa Lilesa (2:10:32).

A prova começou lenta, mas foi esquentando, até que após a passagem dos 21 km, Kirui decidiu que não queria dar chances a ninguém e se descolou do pelotão, para não ser mais ameaçado e terminar a prova com quase 3 minutos de vantagem do segundo colocado. A medalha de prata demorou mais tempo para ser definida, já que Kipruto e Feyisa correram juntos até o km 40, quando a melhor forma do queniano prevaleceu.

Assista ao resumo da prova:

5.000 m. Desta vez, Mo Farah, o somali naturalizado britânico pôde se redimir. Em uma prova eletrizante e decidida apenas na última volta, Farah conseguiu segurar a primeira colocação com o seu poderoso sprint (13:23:36). O destaque ficou para o queniano naturalizado norte-americano, Bernard Lagat, que apesar de ter sido encaixotado por dois etíopes, foi para a raia de fora e chegou na segunda colocação (13:23:64). Imane Merga, da Etiópia, que chegou na terceira colocação, não levou o bronze, pois quando tocou o sino da última volta, ele deu cerca de oito passos na parte interna da pista, o que não é permitido e ele foi desqualificado. A terceira colocação ficou então com o também etíope Dejen Gebremeskel (13:23:92)

Veja os últimos 400 m:

Leia mais sobre o Mundial de Atletismo na edição de outubro da Contra-Relógio, e no Contra-Relógio no Ar desta quarta-feira.

Postado em: Cobertura, Maratona, Resultados, Vídeos por Sérgio Rocha às 10:09

Uma resposta para “Quênia fecha o Mundial com 5 medalhas da maratona. Mo Farah se redime.”

  1. Etiópia decepcionou nesse Mundial,nas provas de fundo.

Deixe o seu comentário

// outros blogs //

Últimas

Organização de Chicago anuncia a lista de elite com Dennis Kimetto>> LER POST

Na Corrida

Cia de Eventos anuncia estratégias para se aproximar dos atletas>> LER POST

Linhas de Chegada

Muita transpiração, pouca inspiração>> LER POST

Vida Corrida

Inovando com qualidade>> LER POST

Publicidade

Calhau

Publicidade

















11 3031.8664
Rua Hermes Fontes, 67
São Paulo - SP





© 1993 - 2014
Todos os direitos reservados