Revista Contra-Relógio

Danilo Balu é Bacharel em Esporte e corredor há mais de 20 anos. Trabalha com Marketing Esportivo. A corrida é terapia, é lazer, trabalho, hobby e objeto de estudo e leitura.

Mais do financiamento de atletas com verba pública…

25/outubro/2013

Quando falei ontem no 1º parágrafo do meu texto sobre o financiamento de atletas profissionais, não esperava receber tantos comentários interessantes. Sempre achei que estava louco vendo tanta gente querendo verba pública pra tudo que é atleta como se o dinheiro desse em árvore. Não há almoço grátis, quem vai bancar? O governo? Não temos outras prioridades? Por que teríamos que custear uma profissão que alguém tenha escolhido? Como muito bem retoricamente perguntou o leitor Luis Fernando: para que serve um medalhista olímpico? Existiria uma espécie de direito divino dos atletas em receber apoio para seu sonho? Qual o benefício, tangível ou intangível? O que poderia ser feito alternativamente com esses recursos?

É EXATAMENTE esse meu ponto! Acho difícil achar quem seja contra o país ajudar, financiar ou tirar entraves burocráticos das categorias de base ou então dar assistência financeira para uma seleção de esportes sabidamente amadores. Mas vôlei, iatismo, judô…?!? A bolsa-medalha chega justamente para quem já está no topo da pirâmide e tira bons e merecidos dividendos! Não está algo do avesso? Não é um contrassenso engordar a renda de quem ganha salário mensal de 5 dígitos em um país com tantos miseráveis que tem categorias de base vergonhosas?

Escrevi aquilo porque na riquíssima Grã-Bretanha questionam se Mo Farah não teria que por contrapartida representar o país com o agravante de ele ter um salário (merecidamente) altíssimo. Isso com o agravante que o mês passado vimos uma enorme discussão chegar à capa do The New York Times sobre a redução dos pagamentos e benefícios à elite nas corridas. Muita gente chiou e reclamou, mas quem quer pagar? E de onde sairia?

Enfim, a coisa é bem complexa, mas o modelo atual é cheio de buracos. No plano local, vimos uma prova do Circuito de Corridas CAIXA final de semana passado ser palco de um protesto de atletas brasileiros reivindicando entre outras coisas o limite absurdo de um atleta estrangeiro por prova.

Com 2.000 toques não se resolve nada assim tão complexo, mas:

  1. Eu não quero nem acho que devamos pagar bolsa-medalha a atletas profissionais;
  2. O nosso foco deveria ser somente na base e/ou em seleções nacionais de esportes amadores;
  3. As leis de incentivos atuais ao Esporte à Cultura são uma vergonha, uma excrecência, um trem da alegria;
  4. Leis tortas, inclusive, que permitem estatais patrocinarem eventos particulares ou clubes em modelos um tanto nebulosos. Que o dinheiro público se limite a confederações de esportes;
  5. Prova fechada paga prêmios se o organizador quiser. Os atletas vão ter que se mexer, “se reinventar” para serem desejados por organizadores e/ou público. Pedir para passar cheque com dinheiro dos outros é muito fácil…
  6. Proibir estrangeiros é piada. Que se exija da CBAt que ela fiscalize se estão sendo cumpridas as regras do Ministério do Trabalho. CBAt, aliás, que se pronunciou sobre a bagunça.

Acho que era isso!

Postado em: Categoria de Base, Legislação/Regras, Mercado de Corrida, Organização de Provas por Danilo Balu às 1:00
8 comentários »

8/outubro/2012

A solidão do velocista

*este post estava agendado para a minha 2ª feira de microférias na qual espero estar caminhando tranquilo e com poucas dores pelas ruas de “mi Buenos Aires querida”.
Leia mais>>>


20/julho/2012

O Brasil no Mundial Junior e no adulto…

No vácuo das medalhas conquistadas por brasileiros no Mundial Junior que rolou em Barcelona dias atrás, o leitor Marcelo Hideki me perguntou o que se passa no Brasil para medalhistas não “vingarem” no adulto.
Leia mais>>>


12/junho/2012

De Escolas, categorias de base e nossa Inércia

O mundo às vezes é muito cruel.
Leia mais>>>



// outros blogs //

Últimas

Organização de Chicago anuncia a lista de elite com Dennis Kimetto>> LER POST

Blog da CR

Veja as próximas maratonas no Brasil>> LER POST

Na Corrida

Cia de Eventos anuncia estratégias para se aproximar dos atletas>> LER POST

Linhas de Chegada

Muita transpiração, pouca inspiração>> LER POST

Vida Corrida

Inovando com qualidade>> LER POST

Publicidade

CORRIDA DAS ACADEMIAS

Publicidade

















11 3031.8664
Rua Hermes Fontes, 67
São Paulo - SP





© 1993 - 2014
Todos os direitos reservados