Revista Contra-Relógio

André Tarchiani Savazoni é jornalista, pai e corredor. Está sempre na corrida. Seja nos treinos, nas provas ou atrás dos filhos, Vitória e, principalmente, Pedro. E adora viajar para correr ou correr para viajar.

// Na Corrida/

Violência no trânsito e os corredores, triste realidade no Brasil

22/setembro/2014

Os números da violência no trânsito sobem ano após ano no País. Hoje, as vítimas fatais já são superiores, inclusive, às mortes de câncer ou de armas de fogo. A morte por atropelamento do corredor Álvaro Teno, na USP, no mês passado, reforçou essa discussão, que levantamos na Contra-Relógio no editorial deste mês de setembro e na edição de outubro.

Pensando nisso, o blog foi ouvir uma psicóloga, além de corredores e treinadores de diversas cidades brasileiras (Belo Horizonte, Campinas, Cuiabá, Porto Alegre, Curitiba, Brasília e Rio de Janeiro), para mostrar como é essa difícil relação, mostrando os exemplos positivos e negativos. Assim, nos próximos dias, a partir de hoje, contaremos uma dessas histórias por dia.

Vamos começar essa série com Cuiabá, em uma conversa com o treinador e corredor Fernando Góis, da FG Assessoria Esportiva.

Cuiabá-MT

“Infelizmente, Cuiabá hoje conta com pouquíssimos pontos para treinos de corrida de rua. Há três parques na cidade (Mãe Bonifácia, Massairo Okamura e Zé Bolo Flô) sendo que nenhum tem iluminação noturna, falta policiamento… O que apresenta a melhor estrutura para treinos é o Mãe Bonifácia.

Pistas em funcionamento, atualmente, nenhuma, pois todas foram fechadas para reformas antes e após a Copa do Mundo (a cidade foi uma das 12 sedes do Mundial de futebol entre junho/julho) e até o momento ainda não foram liberadas ao público. Outro local que a população está usando para treinos é em torno da Arena Pantanal, construída para a Copa, sem estrutura nenhuma como banheiros e bebedouros. O projeto de uma pista emborrachada na Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT) era para antes da Copa e até o momento ninguém sabe quando ficará pronta e nem como irá funcionar.

Nas ruas devemos tomar todo o cuidado, como em quase todas as capitais do Brasil, pois o respeito ao ciclista e corredor é mínimo. Não se tem nenhuma via fechada pelo poder público para treinos no final de semana. Projetos existem, mas até agora nada!

Só nos resta tomar todo o cuidado para treinos em ruas, escolhendo horários e dias de menos tráfego. E procurar percursos mais afastados como estradas de chão e até mesmo Chapada dos Guimarães, distante 65 km de Cuiabá para longões!”

Fernando Góis, treinador da FG Assessoria Esportiva, de Cuibatá-MT

Postado em: Na Corrida, Série sobre o trânsito/corredores, Trânsito e corredores por André Savazoni às 12:44

3 Respostas para “Violência no trânsito e os corredores, triste realidade no Brasil”

  1. […] Violência no trânsito e os corredores, triste realidade no Brasil […]

  2. Olá,

    Puxa, Niterói/RJ estava precisando uma reportagem desse tipo. Aqui, a coisa não anda bem “literalmente”.

    Abs!!!

  3. Savazoni,
    acho importante mencionar as festas que acontecem na USP às 6as feiras e terminam nas manhãs do Sábado, quando vamos correr. Resultado: várias pessoas bêbadas saindo para dirigir, sem qualquer fiscalização (blitz). Num desses finais de semana um sujeito entrou com o seu carro em cima de 3 carros estacionados em frente ao MPA. Neste final de semana (após a festa que teve este garoto desaparecido), uma outra pessoa perdeu o controle do seu carro, bateu na guia em frente à praça do relógio, simplesmente trancou o carro e foi embora.
    A USP está cada dia mais perigosa para corrermos.
    Abs,
    Juliano

    ————

    Ótimo complemento, Juliano. Obrigado
    Abraço
    André

Deixe o seu comentário

// outros blogs //

Últimas

Inscrições da Meia-Maratona do Sol chegam ao segundo lote>> LER POST

Blog da CR

"Este ano eu entro no Ranking!" Participe do Desafio CR!>> LER POST

Linhas de Chegada

Treino para Maratona gera RP nos 10km>> LER POST

Vida Corrida

Primeira Maratona de Diogo Junqueira.>> LER POST

Publicidade

VELOCITA

Publicidade

















11 3031.8664
Rua Hermes Fontes, 67
São Paulo - SP





© 1993 - 2014
Todos os direitos reservados