Revista Contra-Relógio

André Tarchiani Savazoni é jornalista, pai e corredor. Está sempre na corrida. Seja nos treinos, nas provas ou atrás dos filhos, Vitória e, principalmente, Pedro. E adora viajar para correr ou correr para viajar.

// Na Corrida//

Um ranking das maratonas que corri até o momento

25/maio/2015

Das 19 maratonas que corri nos últimos cinco anos, entre 2010 e 2015, algumas se destacaram por diferentes quesitos. Claro que Boston está em um patamar acima por tudo o que envolve a centenária prova, porém, analisando diversos parâmetros, diria que a melhor que participei (até o momento) é outra. Separei alguns critérios para apontar meus destaques pessoais.

Melhor percurso para tempo e custo-benefício - Buenos Aires, na Argentina. Se der “sorte” de estar uma temperatura boa no dia (o que é quase uma garantia em outubro pois mesmo o “calor” será algo bem suportável), a maratona argentina é quase 100% plana. Tem apenas pequenas elevações na primeira metade. Passa por avenidas largas e favorece tanto a estreia quanto a quebra de recordes pessoais, independentemente dos objetivos de cada um.

Então, entramos na questão dos gastos. A valorização do real perante o peso, a ampla opção hoteleira e as promoções de passagens aéreas (incluindo a possibilidade de milhas), além de pouco mais de 2 horas de voo (já fui para a prova no sábado de manhã, peguei o kit, descansei de tarde, corri a prova, comi e bebi e voltei no domingo de noite), deixam o “pacote” imperdível. Veja mais no site oficial da Maratona de Buenos Aires.

Melhores feiras - A de Boston é sensacional, porém, enorme, completa. Porém, a da Disney tem o tamanho exato (lembra até um camelódromo). Apesar de cheia, claro, rapidamente, você consegue encontrar todos os estandes e, ao mesmo tempo, com preços excelentes. Apenas poderia melhorar o material dos produtos oficiais (esses, em termos de “tecido tecnológico”, nos dois anos em que fui (2013 e 2014), deixaram a desejar (o que, pelo contrário, em Boston, é o ponto alto). Por isso, consideraria um empate entre Boston e Disney. Mais informações nos sites oficiais – www.baa.org e www.rundisney.com.

Visual mais incrível - Nesse quesito, difícil concorrer com provas de montanhas. Assim, a K42 Villa La Angostura, na Patagônia Argentina, é algo, literalmente, de tirar o “fôlego”. Seja pela visão de toda a região do alto dos morros, da natureza em si, da neve/estação de esqui ou do charme da pequena cidade. Clique aqui e acesse o site oficial da prova.

Melhor evento - Não há como deixar de ficar impressionado como tudo funciona, nos cinco dias, na Disney. Dentro e fora dos parques. Antes e durante todas as provas. Uma organização exemplar. Assim, como evento, não vi nada igual até o momento (principalmente pelo tamanho, pois não são os corredores, já que 90% está acompanhado pela família). Mais informações no site oficial.

Melhor prova – Reforço, Boston é um caso único (mas tem todo o esforço para fazer o índice, o alto custo, a espera no dia da largada, a inscrição com seis meses de antecedência….). Tudo isso vale à pena, demais, porém, se analisarmos todos os fatores envolvidos, a Maratona de Barcelona é a melhor que corri até o momento.

A inscrição custa pouco mais de 60 euros e você pode garantir sua participação até uma semana antes (ou na feira), a opção de hotelaria é enorme e com preços acessíveis (idem nas passagens aéreas, com a possibilidade de ‘esticar’ por outro local na Europa), largada organizada na frente do metrô, animação pelos 42 km, cerca de 200 mil pessoas nas ruas, um trajeto que não é plano, mas excelente de correr e extremamente agradável… os pontos positivos são inúmeros. E tem toda uma cidade incrível por trás. Assim, Barcelona está no topo da minha lista (irei voltar, com certeza). As inscrições estão abertas para 2016 (www.zurichmaratobarcelona.es).

Para quem não leu o outro texto, Até o momento, corri em São Paulo, Curitiba, Porto Alegre (2), Disney (2), Boston (4), Nova York, Barcelona, Punta del Este e Buenos Aires (2) pelas ruas, além de K42 Ubatuba, Mountain Do (Ushuaia e Deserto do Atacama) e K42 Villa La Angostura. Fiz duas vezes a K42 Bombinhas (mas ambas em duplas, pois a vez em que estava no solo, acabei desistindo, então, entram na minha relação dos 21 km).

Fotos: Divulgação

Postado em: Maratona de Buenos Aires, Maratonas por André Savazoni às 10:55
3 comentários »

22/maio/2015

Piscina, laser, fortalecimento… a rotina para voltar a correr

Primeiro, sou daqueles que, sempre, acabam deixando o fortalecimento de lado.
Leia mais>>>


20/maio/2015

Após cinco anos de maratonas, uma lesão e algumas reflexões

Comecei a me apaixonar pelos 42 km há cinco anos.
Leia mais>>>


15/maio/2015

Boston se tornou ainda mais Boston após o atentado. Para que outra morte?

Boston é daqueles locais que você chega pela primeira vez e sente que sempre esteve lá.
Leia mais>>>


30/setembro/2014

Trânsito, um agente direto de estresse

Para encerrar a série sobre violência no trânsito e corredores, conversamos com a psicóloga Stael Prata, de Brasília, para tentar entender também os motivos que leva, muitos vezes, até os próprios corredores (e os ciclistas) a mudarem totalmente o comportamento ao assumirem a condução de um veículo.
Leia mais>>>


29/setembro/2014

Violência no trânsito e os corredores: Porto Alegre

No penúltimo dia da série especial do blog sobre a violência no trânsito e os corredores no Brasil, falamos com Nelsinho Penedo e Giovana Kaupe, de Porto Alegre, da Pulsação Assessoria Esportiva.
Leia mais>>>


« Mais Antigos

// outros blogs //

Últimas

Percurso todo pela orla é o destaque da Meia-Maratona de Salvador>> LER POST

Blog da CR

Próximas participações da CR em entrega de kits>> LER POST

Corrida Viva

4any1 + FILA e café da manhã com Leões quenianos>> LER POST

Linhas de Chegada

Novo circuito de corridas no Rio de Janeiro>> LER POST

Operação Queniana Albina

Missão Super Saias 21K>> LER POST

Publicidade

MARATONA FOZ DO IGUACU

Publicidade

















11 3031.8664
Rua Hermes Fontes, 67
São Paulo - SP





© 1993 - 2014
Todos os direitos reservados