Revista Contra-Relógio

Rodrigo Lucchesi é engenheiro de formação e corredor de coração, esporte que adotou em 2001. Corre pela endorfina e para poder comer chocolate e tomar açaí sem culpa.

À “moda do vamsimbora”

21/novembro/2016

Neste fim de semana viajei com a família e amigos para um hotel-fazenda no interior do estado do Rio de Janeiro. Como todo corredor que se preze, procurei checar antes da viagem se o hotel tinha esteira, afinal de contas, na reta final para o Desafio do Dunga, os treinos não podem parar.

Mas o hotel não tinha esteira e a estrada onde ele se situa não tinha acostamento, que costuma ser o meu plano B quando não é possível correr dentro do hotel. Conversando com o gerente do hotel, cheguei ao plano C: pegar o carro, dirigir até Vassouras, a cidade mais próxima, e lá procurar pela garagem da Viação Progresso, pois ao lado dela se inicia uma ciclovia de 4,5km que era utilizada pelos locais para caminhar/correr.

Arregimentei mais 2 companheiros de aventura para correr comigo e, no domingo às 7:30, partimos de carro do hotel em direção à ciclovia de Vassouras. Chegar à cidade foi fácil, eram menos de 10 minutos de estrada. Uma vez em Vassouras, deveríamos pedir informações. E assim fizemos: paramos o carro quando avistamos o 1º pedestre (não havia muitos àquela hora da manhã) e perguntamos pela ciclovia. Ele explicou como se chegava lá mas fez uma ressalva: “olha, não é bem uma ciclovia, assim, fechada e protegida… É na moda do vamsimbora!”

Agradecemos as informações, segurando o riso e tentando entender o que significava a “moda do vamsimbora”. Chegamos ao local, estacionamos o carro e começamos o treino. A ciclovia era, literalmente, o acostamento de um trecho da estrada RJ-115, que liga Vassouras ao distrito de Barão de Vassouras. Logo no início vimos trechos onde a ciclovia já havia sido invadida por mato e terra, nos obrigando por vezes a atravessar a estrada e correr do outro lado. Mas, como nos havia avisado o amigo pedestre, “vamsimbora” correr em vez de ficar de mimimi.

inicio-ciclovia

Início da ciclovia

fim-ciclovia

Fim da ciclovia


visual-ciclovia-2 visual-ciclovia

Ao final, fizemos uma ida e volta na ciclovia inteira, e mais um pouco, até totalizar 10km. Foi muito bom poder correr em um lugar diferente, no meio da natureza, em uma estrada pouco movimentada, com subidas e descidas para ter um desafio extra. Além disso, foi a primeira vez que esse casal de amigos fez 10 km correndo, então o treino foi um sucesso em todos os sentidos!

E “vamsimbora” correr!

Contatos:

Postado em: Estilo de Vida, Treinamento, Treinos por Rodrigo Lucchesi às 11:35
Deixe o seu comentário »

19/outubro/2016

O calor na Meia Internacional do Rio

No último domingo (16/10), como parte dos meus treinos pro Desafio do Dunga em janeiro (leia matéria aqui), corri a Meia Internacional do Rio de Janeiro.
Leia mais>>>


26/julho/2016

Quem tem medo do Dunga?

Depois de correr 2 maratonas em 15 dias e conseguir entrar para os maníacos por maratona (leia aqui), meu próximo desafio é encarar o Dunga! Não, não me refiro ao ex-técnico da seleção brasileira de futebol.
Leia mais>>>


27/junho/2016

O Maníaco por Maratonas

Consegui! Agora é oficial: sou um Maníaco por Maratonas (leia aqui para entender do que estou falando).
Leia mais>>>


20/outubro/2015

Reflexões Pós-Maratona

Emil Zatopek, famoso corredor tcheco da década de 50 uma vez disse: "Se você quer correr, corra 1 milha.
Leia mais>>>


20/julho/2015

Na Comrades, uma homenagem ao amigo falecido

A famosa ultramaratona Comrades, uma das maiores e mais tradicionais do mundo, teve sua 90ª edição no último dia 31 de maio.
Leia mais>>>


2/junho/2015

A corrida salva casamentos

Todo mundo sabe que praticar esportes faz bem para a saúde, ajuda a evitar diversas doenças, mas quem diria que a corrida pode também salvar um casamento? Priscila e Daniel Policarpo são militares da Marinha, casados há 5 anos.
Leia mais>>>


22/fevereiro/2015

Baby steps

Treinar para uma maratona cansa muito.
Leia mais>>>


14/dezembro/2014

Mais um ano vai…

2014 está acabando, e nesta hora a gente costuma olhar para trás e analisar o que fizemos ao longo do ano, quais projetos e resoluções foram cumpridos, quais ficaram de lado, o que queremos melhorar para o próximo ano.
Leia mais>>>


30/novembro/2014

Nunca é tarde para começar, nem para terminar

A Maratona de NY realizada dia 02/11 foi, com certeza, inesquecível para todos que ali correram mas, para um senhor de 93 anos, ela teve um gosto especial.
Leia mais>>>


« Mais Antigos

// outros blogs //

Últimas

Mulheres Maravilhas invadem o Vale do Anhangabaú em São Paulo>> LER POST

Blog da CR

Vamos a Medellín? Pacote de três dias para assinantes da CR com a EC Tavares>> LER POST

Na Corrida

O marketing da Nike, o feito de Kipchoge e a expectativa para o mundo real>> LER POST

Vida Corrida

Polir para render mais>> LER POST

Publicidade

MEIA DE REVEZAMENTO

Publicidade

















11 3031.8664
Rua Hermes Fontes, 67
São Paulo - SP





© 1993 - 2014
Todos os direitos reservados