Revista Contra-Relógio

Rodrigo Lucchesi é engenheiro de formação e corredor de coração, esporte que adotou em 2001. Corre pela endorfina e para poder comer chocolate e tomar açaí sem culpa.

// Linhas de Chegada/

O calor na Meia Internacional do Rio

19/outubro/2016

No último domingo (16/10), como parte dos meus treinos pro Desafio do Dunga em janeiro (leia matéria aqui), corri a Meia Internacional do Rio de Janeiro.

Tenho um carinho especial por essa prova, pois foi minha primeira Meia-Maratona, lá nos idos de 2002. De lá para cá corri essa prova 5x. Esse ano conhecia muita gente fazendo a distância pela primeira vez. E todos só falavam de uma coisa no final: do calor.

Que calor foi esse, meu povo? Nem o horário de verão, com os relógios adiantados em uma hora, ajudou. O tempo virou e no dia da prova chegou a fazer 31º. Infelizmente vi muita gente pelo percurso sendo atendida por médicos e ambulâncias.

Este que vos escreve, acostumado a correr com o nascer do sol, esqueceu de passar protetor solar para a prova. Erro de principiante, né? Imagina o resultado…

Outra característica dessa prova que costuma desanimar quem não está preparado são os últimos 6 km. Você passa ao lado da linha de chegada na altura do km 15, e ainda tem que ir mais 3 km para só depois voltar e terminar a prova.

Mas, apesar das dificuldades (se fosse fácil, não tinha graça, né?), todo mundo que terminava a prova, comemorava. Aos que fizeram a distância pela 1ª vez, meus parabéns! Estrearam em grande estilo. Continuem treinando para fazer, da próxima vez, uma Meia mais rápida em um dia menos quente.

O que eu gostei na prova:

– Ter 4 dias para retirar o kit – cada um vai quando pode, as filas diminuem, todos ficam felizes (odeio quando só nos dão o sábado para pegar o kit!).

– Hidratação excelente, muita água gelada e ainda postos com água de coco e isotônico

– Medalha: é linda, bem acima da média

O que eu não gostei: só do horário de largada. Essa prova precisa ser mais cedo, para castigar menos os corredores…

E você, correu a prova? O que achou?

img_6840

A cobertura completa da prova você vai ver na edição de Novembro da Revista Contra-Relógio.

Contatos:

Postado em: Estilo de Vida, medalhas, Provas por Rodrigo Lucchesi às 15:09

2 Respostas para “O calor na Meia Internacional do Rio”

  1. Achei ela no geral boa, porém com o calor, acredito que os postos de hidratação com água de Coco e isotônico poderiam estar melhor espalhados pelo caminho. Pelo forte calor, o corpo acaba cobrando um pouco antes da hora e deixar essa reposição apenas para os km’s finais acabou quebrando muita gente pelo meio do caminho.

  2. Concordo plenamente com seu pontos positivos e negativos. Realmente deveríamos largar mais cedo. Terminei a prova 25 além do planejado devido ao sol. Mas valeu. Sempre vale né.

Deixe o seu comentário

// outros blogs //

Últimas

Inscrições encerradas para Meia-Maratona do Rio e Desafio Cidade Maravilhosa>> LER POST

Blog da CR

As maratonas brasileiras válidas para o Ranking 2017 da CR>> LER POST

Na Corrida

Maratona das Flores e Medellín, duas gratas surpresas>> LER POST

Vida Corrida

Sub 3h: Cristiano Bedin da Costa, atleta solitário na Comunidade Autônoma de Cronópios, conta sua história em Buenos Aires>> LER POST

Publicidade

CORRIDA DAS ACADEMIAS

Publicidade

















11 3031.8664
Rua Hermes Fontes, 67
São Paulo - SP





© 1993 - 2014
Todos os direitos reservados