Revista Contra-Relógio

Vicent Sobrinho é jornalista e desde que correu sua primeira corrida de rua, em abril de 1979, nunca mais parou. Dos 100 m à Maratona, já fez mais de 600 provas.

João: Você nunca será o último! MESMO! ! !

3/março/2015

Por:  Vicent Sobrinho

01/março/2015
Um ano após, se repete a cena dessa vez demorou um pouco mais que o ano passado, dessa vez havia preocupação de porque ele não chegava….
E já se passava mais de 3 horas da largada o “palco” da IX Meia Maratona Internacional de São Paulo – a Praça Charles Muller – que fica de frente ao Estádio do Pacaembu já estava se esvaziando e ainda algumas assessorias desmontavam suas tendas onde alguns corredores se confraternizavam naqueles PONTOS de encontro dividindo assuntos em comum, marcando os próximos treinos e corridas e alguns comemorando a superação pessoal.

A sofrida chegada ao sol e asfalto duro com batidas secas das pontas da muleta...

Lágrimas divididas – Ao pisar no tapete João nos emociona.
Ao contrário do ano passado, fiquei sabendo que ele estava na prova e a preocupação me deu um cutucão avisando numa pergunta. Vicent cadê meu João que não chega? Era sua namorada que já dizia demorar demais dessa vez….
Encontrava-me no lado oposto e teria que atravessar a praça toda, de repente ouço ao longe a ambulância que se aproximava avisando da chegada do corredor que completava o percurso fechando o GRUPO dos participantes que realizaram a IX Meia Maratona de São Paulo.

Em 2014 ... a primeira chegada . . .

Os auto falantes na voz do locutor emocionado gritavam e o barulho da sirene da ambulância se misturava ao fundo. Uns 80 metros do pórtico da chegada o corredor que fechava a prova se aproximava com o acompanhamento da ambulância que vinha uns 20 metros mais longe, logo me virei para ver quem era. Eu sentia que tinha algo mais no ar, uma inquietação, e ai percebi que o corredor expressava muita força como se também sentisse muita dor.

A recepção e o caloroso reconhecimento ... Que bom que você chegou !

NOVAMENTE em  2015 !
Faltando poucos metros para a reta final ele levanta a cabeça e mira a linha de chegada tentando se apressar e eliminar a distância João se esforça ainda mais, sua musculatura está rija tanto nos braços quanto na única perna.

No meio do percurso João se desequilibrou com as muletas e caiu... foi atendido por uma ambulância... e mesmo com as mãos em carne viva ele não desistiu. E olha ele ai antes da linha de chegada... o que era dor se transforma em alegria e contagia a todos ao redor...

Ultrapassando todos os limites, ele nem deu importância para impacto seco das muletas e demonstrando claramente a vontade de se superar, independente das suas exauridas forças João insistia.Sim!

Num ultimo esforço.... a conclusão com uma única perna os 21k da Meia Maratona Internacional de São Paulo

O fim estava próximo era o seu objetivo pessoal, e logo seus olhos marejavam, não tomou conhecimento e rapidamente, se equilibrando, tentando manter o ritmo com suas duas muletas, num esforço hercúleo vence os últimos metros e pisa no TAPETE VERMELHO marcando com o seu chip marcando na linha vermelha o ultimo bip daquele dia.
Ouvimos o que todos queríamos dizer: OBRIGADO JOÃO !
Vi tudo isso em câmera lenta e não me contive, queria muito fotografar a chegada desse anônimo… Acelerei, pulei a grade, no fundo o locutor soluçava e a emoção era grande, todos ao redor só tinham um objetivo, aplaudi-lo.
As atenções estavam todas ali, não importava o grito da ambulância, não importava o sol, menos ainda tudo o que tinha acontecido antes… Todos que acompanhávamos aquele MOMENTO estávamos no Aqui e no Agora… Vibrando como os últimos metros do corredor Quando me vejo com a câmera em punho ao lado de dois seguranças de preto que também assistiam, homens de terno preto, no familiar aspecto durão na queda, de físico avantajados quando de repente vejo…. Os olhos dos dois minando lágrimas… Eles também não agüentaram a emoção. . . e João cruza o tapete e o pórtico todos ao redor se iluminam ainda mais, porque logo chegou a ele um abraço sincero que todos queriam lhe dar com uma abençoada frase dizendo: …. OBRIGADO JOÃO ! ! !

Observem a palma da mão descascada.... Mesmo assim a alegria renovada.... 2015 - João é um exemplo pra vida...

Por isso não me cansarei de repetir que em uma corrida de Rua nunca haverá o último.
Quem terá coragem de dizer que o corredor que chegou na 5469º colocação completou os 21k é o ultimo?
Ele não é, e nunca será. João é tão importante quando foi o primeiro corredor a vencer o percurso. Quando colocou o número em sua camiseta após ter também acordado bem cedinho, já tinha semeado em sua mente e em seu coração o objetivo de completar o desafio dos 21k. E com certeza foi assim para todos os outros que chegaram antes dele. Com certeza a foi a perseverança e a garra que levaram o Sr. João Batista de Oliveira Santos, 41 anos a completar os 21k em em 03:32:11.
Um ano após…
… Essa mesma história… se repete…
E sabemos que há muitos jovens (com espírito cansado… de velho mesmo)..
Muitas crianças engordando morbidamente a vistas de seus pais…
A imagem de João é para nos dar esperança … porque rejuvenesce-nos . . .vê-lo vencer… com mãos descascadas… e olhar fixo no objetivo… mais 21km… de chão duro…
Não pensei duas vezes. ELE é um exemplo SIM.
UM verdadeiro CAMPEÃO de acreditar na VIDA.
E lá fui novamente esperá-lo para um abraço fraterno ….
Um abraço da vitória… na corrida pela Vontade de Vencer para ele e para nos….
OBRIGADO JOÃO !

Postado em: Atualidades, Crônica, Eu estava lá!, Eventos_Corrida, Historia da corrida de rua, Personagens por Vicent Sobrinho às 10:38
1 comentário »

25/fevereiro/2014

João: Você nunca será o último!

Após um pouco mais de 3 horas da largada o “palco” da VIII Meia Maratona Internacional de São Paulo - a Praça Charles Muller - que fica de frente ao Estádio do Pacaembu já estava se esvaziando e ainda algumas assessorias desmontavam suas tendas onde alguns corredores se confraternizavam naqueles pontos de encontro dividindo assuntos em comum,  marcando os próximos treinos e corridas e alguns comemorando a superação pessoal.
Leia mais>>>


5/fevereiro/2014

NINO – Da carroça ao CNH – “NON DUCOR DUCO “

Quando uma CNH se compara a conquista de uma Medalha.
Leia mais>>>


14/novembro/2013

Isabel e Bergara – Somos nós todos Corredores !

Nesses últimos dias fui bastante questionado sobre a saúde de um grande maratonista brasileiro.
Leia mais>>>


27/agosto/2013

Entrevista com Bergara o Audaz – Aniversariante de Hoje

Hoje é aniversário de Edson Bergara.
Leia mais>>>


27/maio/2013

2ª Corrida Pq Jequitibá – O Bom exemplo de Piracicaba

A manhã do domingo, 26 de maio, clareou com um solzinho enganador, temperatura beirando os 15 graus e uma leve cortina de neblina deixando ver somente de bem pertinho, uns 100m, o pórtico armado para o evento, barracas coloridas das assessorias e todo o circo de uma prova bem organizada.
Leia mais>>>



// outros blogs //

Últimas

São Silvestrinha terá a 24ª edição neste sábado na pista do Ibirapuera>> LER POST

Blog da CR

CR na feira da entrega dos kits da São Silvestre>> LER POST

Na Corrida

Uma imersão cultura e experiência única no Deserto do Saara>> LER POST

Linhas de Chegada

Treino para Maratona gera RP nos 10km>> LER POST

Vida Corrida

Sub 3h: Cristiano Bedin da Costa, atleta solitário na Comunidade Autônoma de Cronópios, conta sua história em Buenos Aires>> LER POST

Publicidade

Fisiorun

Publicidade

















11 3031.8664
Rua Hermes Fontes, 67
São Paulo - SP





© 1993 - 2014
Todos os direitos reservados